Atualização cadastral é tema de reunião com famílias corumbaenses

A Prefeitura de Corumbá cumpre mais uma etapa nesta segunda-feira (02) da programação com pessoas beneficiadas pelo programa Bolsa Família, do Governo Federal, coordenado no Município pela Secretaria de Assistência Social e Cidadania. À tarde, a partir das 15 horas, está marcada uma reunião na Escola Estadual Júlia Gonçalves Passarinho, quando serão tratados assuntos referentes a importância da atualização cadastral e as condicionalidades do programa.

 

Os trabalhos foram iniciados em junho e, esta semana, a secretaria conclui esta etapa do cronograma com reuniões nas escolas municipais Tilma Fernandes e Barão do Rio Branco, nos dias 03 e 04, terça e quarta-feira, respectivamente. Como se sabe, o programa permite transferência de renda diretamente para as famílias como forma de garantir o direito humano à alimentação adequada, à educação e à saúde.

 

Nos encontros, técnicos da secretaria estão repassando informações importantes sobre o recadastramento e as condicionalidades para participar do programa e usufruir de seus benefícios. Um dos critérios é efetuar a inscrição no Cadastro Único que deve ser atualizado a cada dois anos. Além disso, as famílias assumem compromissos para continuar recebendo o benefício e o poder público se responsabiliza em ofertar serviços públicos de saúde, educação e assistência social para os beneficiados.

 

Segundo o secretário de Assistência Social e Cidadania, Haroldo Waltencyr Ribeiro Cavassa, o poder público realiza o acompanhamento das famílias por meio dos Centros de Referência da Assistência Social, os CRAS, que funcionam em pontos estratégicos da cidade. “Dessa forma, é possível identificar os motivos do não cumprimento das condicionalidades e apresentar ações para as famílias em situação de maior vulnerabilidade social a fim de superar as dificuldades enfrentadas”, comenta.

 

As ações são coordenadas diretamente pela Gerência de Políticas da Assistência Social. Adelma Maria Pinto Galeano, responsável pela área, destaca que as reuniões estão acontecendo nas escolas municipais e estaduais, pelo fato das famílias beneficiadas terem vínculo com estas instituições, onde os filhos estão matriculados.

 

“As famílias devem estar tentas para participar e receber as orientações referentes ao programa”, observou, lembrando que as reuniões foram iniciadas em abril, contemplando as famílias atendidas pelos CRAS. A partir de junho, os encontros aconteceram nas escolas. Até o momento, foram 10 reuniões e esta etapa será concluída na quarta-feira, dia 4 de julho.