Workshop sobre atenção a acidentados reuniu mais de 60 pessoas

Terminou nesta sexta-feira (29) o II Workshop de Estratégia de Pró-atividade e Parceira, realizado pela Secretaria Estadual de Saúde em parceria com a Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. O evento deu continuidade ao processo de treinamento como forma de integração e fortalecimento da rede de atenção integral às vítimas de acidentes, composta por parcerias.

 

Os municípios de Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Três Lagoas, foram representados por diversos setores públicos, todos buscando melhorias no trânsito de suas cidades, através da prevenção dos acidentes que tem causado danos irreparáveis com seqüelas e mortes, em sua maioria, prematuras.

 

O tenente-coronel Alírio Vilassanti Romero, comandante da CIPTRAN em Campo Grande, o coronel Sidney Ribeiro da Cruz, comandante do 3º Grupamento de Bombeiros em Corumbá, o major Jonildo Theodoro de Oliveira, comandante da Polícia Militar Rodoviária Estadual, o capitão Edson Guardiano, chefe da Seção de Operações do 4.º Batalhão de Polícia Militar de Ponta Porá, e Regina Maria Duarte, presidente do Conselho Estadual de Trânsito, participaram do encontro.

 

Foram apresentados avanços e entraves e com base nas experiências exitosas e planejadas novas estratégias de atuação para um resultado a curto, médio e longo prazo. O próximo workshop deve acontecer no município de Três Lagoas, conforme sinalizou Susana Martins, coordenadora estadual de vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (DANT), responsável pela realização do evento.

 

O trabalho do Estratégia de Pró-atividade e Parceira é composto de seis etapas: Formação da parceria; Coleta, gestão e análise dos dados; Ações integradas de segurança viária; Monitoramento de desempenho avaliação e reconhecimento; Revisão geral anual;  e Renovação e expansão.

 

“O trabalho já desenvolvido em Corumbá e apresentado no evento, foi reconhecido como um importante avanço no que se refere a coleta de dados, mas algumas parcerias precisam ser estreitadas e a inclusão de novos parceiros será fundamental para que possamos difundir uma cultura de paz no trânsito e informes à população para que se evitem mortes prematuras e totalmente preveníveis”, avaliou a técnica Andréa Cabral Ulle, que responde pelo Núcleo de Vigilância de DANT do município.

 

Mais de 60 pessoas participaram do evento, sendo aproximadamente 40 pessoas das cidades citadas e de diversos setores como DETRAN, CETRAN, CIPTRAN, Grupamento de Bombeiros, Agetran, Agetrat, além de policiais militares, técnicos de saúde pública, entre outros profissionais relacionados com o tema.