Corumbá trabalha para Banho de São João receber registro nacional

O Banho de São João pode receber o registro nacional de Bem Cultural de Natureza Imaterial. O assunto foi bastante comentado neste final de semana em Corumbá, durante a realização do Arraial, inclusive pelo superintendente substituto do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) no Mato Grosso do Sul, André Luiz Rachid, que participou da festa. Ele comentou que o processo está bem encaminhado e que o trabalho realizado pela Prefeitura Municipal está contribuindo para esta conquista.

 

O superintendente participou dos festejos do dia 23 em Corumbá. Esteve na Casa de Cultura Luiz de Albuquerque, participando do arraial organizado pelo Município, conversou bastante com o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) e, em breve discurso, deu a boa notícia à população corumbaense de que o processo para tornar o Banho de São João um Bem Cultural de Natureza Imaterial, está tramitando em Brasília.

 

André Luiz elogiou o trabalho realizado pela equipe do prefeito Ruiter nos últimos anos que resultou no registro estadual. Um reforço para conseguir o registro nacional foi o fato do chefe do executivo corumbaense ter incluído a realização do Inventário Nacional de Referências Culturais da festa entre os projetos corumbaenses para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Cidades Históricas.

 

Para André Luiz o registro do Banho de São João é viável e se enquadra nas quatro categorias que constituem os Livros do Registro: Saberes – Conhecimentos e modos de fazer enraizados no cotidiano das comunidades; Formas de expressão – Manifestações literárias, musicais, plásticas, cênicas e lúdicas; Celebrações – Rituais e festas que marcam a vivência coletiva do trabalho, da religiosidade, do entretenimento e de outras práticas da vida social; e Lugares – Mercados, feiras, santuários, praças e demais espaços onde se concentram e se reproduzem práticas culturais coletivas.

 

O superintendente de Turismo Sandro Asseff informou que o Banho de São João está perto de ser considerado Patrimônio Imaterial Nacional. Observou que há “quesitos para cumprir, mas em breve poderemos ter mais esse título para a nossa festa”, explicou, lembrando que outra intenção da Prefeitura é inserir a festa no roteiro do turismo religioso sul-americano.

 

A festa

 

O Arraial do Banho de São João que aconteceu neste final de semana em Corumbá é uma tradição secular reconhecida como a melhor festa junina de todo o Mato Grosso do Sul e a única no Brasil que mantém a tradição de banhar o Santo. A festa, promovida pela Prefeitura Municipal, representa a valorização e o resgate das tradições folclóricas e da cultura popular que se manifestam através das rezas e crenças, cujas raízes estão presentes no sentimento e na alma do povo corumbaense.

 

O Arraial tem início na casa das famílias festeiras que reúnem parentes e amigos, em momentos de muita fé e devoção, e tem como ponto alto o banho de São João nas águas do Rio Paraguai, na prainha do Porto Geral. Tudo segue um ritual criteriosamente estabelecido pela família responsável pela festa que se prepara desde cedo para o grande dia.