Corumbá já vacinou 97% das suas crianças contra paralisia infantil

Corumbá foi uma das únicas cidades do Estado a ultrapassar a meta pretendida pelo ministério da Saúde na Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. No Dia D que aconteceu ontem, a Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal atingiu a marca de 96,95% da população infantil vacinada contra a paralisia infantil. Os números contam no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

 

Em seu primeiro boletim, o Sistema registrou que a cidade já atingiu uma cobertura de 8.971 crianças com menos de cinco anos vacinadas. A população alvo é de 9.253. Outra cidade que ultrapassou a meta foi Santa Rita do Pardo. Lá foram vacinadas 527 crianças, 107,55% da população alvo que era de 490 crianças. Em todo o Mato Grosso do Sul, até o momento, foram imunizadas 90.437 crianças, de um total de 195.136, 46,35%.

 

O Dia D de combate à doença foi realizado durante todo o dia de sábado na cidade. Quinze postos foram montados para atender a população na área urbana e mais de 250 pessoas foram responsáveis pelos trabalhos. A expectativa da secretária de Saúde, Maria Antonieta Sabatel, é ultrapassar 100%. Segundo ela, além da área urbana, a Prefeitura já está vacinando as crianças ribeirinhas, por meio da Ação Povo das Águas, e já trabalha para imunizar as crianças na zona rural, nos assentamentos e localidades distantes.

 

Cobertura

 

Com menos de um ano Corumbá vacinou 2.095 crianças, 105,59% da população alvo que era de 1.984. Já com um ano, foram imunizadas 1.412, 71,17 da população que é 1.984. Com dois anos foram imunizadas 1.722 crianças, 101,83% do pretendido que era de 1.691. Outra boa cobertura foi com relação a crianças com três anos. O total vacinado chegou a 1.586, 91,62 % do pretendido que é de 1.731. O maior índice de cobertura foi alcançado em crianças com quatro anos. De um total de 1.863 pretendidas, o Município chegou a 2.156, 115,73%.

 

Na área urbana a vacina Sabin está à disposição das mães que ainda não levaram seus filhos para receber a dose nas Unidades de Saúde da Família Dom Bosco, na Alameda Laranjeira, s/n, Bairro Dom Bosco; Gastão de Oliveira, na Rua Nossa Senhora da Conceição, no Bairro Maria Leite; Vitória Régia, no Conjunto Vitória Régia; Fernando Moutinho, na Rua Rio Grande do Sul, Cristo Redentor; Dr. Paulo Maissato, na Rua Cyríaco de Toledo, Nova Corumbá; São Bartolomeu, na Rua Pernambuco, Bairro João de Deus; Popular Velha, na Rua Teodomiro Serra, Bairro Popular Velha; Ênio Cunha, na Alameda Tamengo, Bairro Cervejaria, e no Centro Saúde da Ladeira Cunha e Cruz, na Ladeira Cunha e Cruz, centro.

 

O chefe do setor de imunizações da Secretaria, enfermeiro Wangley Campos, destacou o trabalho de toda a equipe não só no Dia D, mas também no decorrer da campanha. “Desde que iniciamos a vacinação, as nossas equipes estão engajadas e o resultado disso tudo foi o índice já alcançado. Isto mostra que a equipe está trabalhando de forma coesa, fazendo também um papel de conscientização junto à população que, cada vez mais, está atendendo o chamamento do setor de saúde pública”, ressaltou.