Prefeitura licita obras de pavimentação do Maria Leite em junho

As obras de pavimentação asfáltica do Bairro Maria Leite serão licitadas no dia 11 de junho. O trâmite foi autorizado pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), após autorização da Caixa Econômica Federal. A intenção do chefe do executivo corumbaense é iniciar as obras em seguida, atendendo a legislação eleitoral.

 

Esta é a segunda etapa do projeto de implantação de infraestrutura no Maria Leite. A obra faz parte do PAC II e o investimento é de R$ 2,4 milhões. Segundo o prefeito, será atendida toda a região do bairro entre as ruas Albuquerque e Nossa Senhora da Candelária, acima da linha férrea. Além de drenagem, a previsão é pavimentar mais 17 quadras.

 

Em uma outra etapa, a Prefeitura aplicou R$ 2.276.500,00 em drenagem e pavimentação asfáltivca, importantes para a melhoria da qualidade de vida da população, principalmente em relação à saúde. Além disso, propiciou valorização dos imóveis de um bairro localizado na entrada da cidade.

 

Os serviços no bairro começaram na primeira gestão do prefeito Ruiter, quando investiu na eliminação de inundações em período de chuva, com execução de obras de drenagem. O Previsul, localizado ao sul do bairro, após a linha férrea, também foi atendido.

 

Além disso, A Prefeitura implantou uma galeria de 615 metros na Rua Albuquerque, responsável pela captação de toda água fluvial da região. Liga o Previsul ao Maria Leite. Os investimentos no local foram de R$ 495.599,96, recursos oriundos do Governo Federal, com contrapartida do Município.

 

Outros R$ 1.460.012,14 foram aplicados na implantação de 2.278 metros de drenagem com tubos de concreto, e 14.682 metros quadrados de asfalto. Esta foi a primeira etapa das obras de infraestrutura no interior do bairro até então esquecido por administrações anteriores. Além disso, a Prefeitura investiu mais R$ 450 mil na execução de 1.026 metros de drenagem às margens da linha férrea.

 

Com esta segunda etapa o Bairro Maria Leite ficará quase que totalmente pavimentado. Restará somente o trecho já próximo à Avenida Gaturama que integra um projeto do Governo do Estado, que prevê investimento de R$ 760.900,00. O recurso foi viabilizado pelo deputado federal Vander Loubet (PT) e encaminhado direto para o Governo.

 

O contrato foi assinado em 31 de dezembro de 2007 e encerra-se em 28 de janeiro de 2013. Conforme o site da Caixa, na área de acompanhamento de operações contratadas, 25,18% dos serviços foi executado. A última medição é datada de 13 de março de 2009 e R$ 345.450,00 já foi liberado.

 

PAC II

 

A segunda etapa do projeto de infraestrutura do Maria Leite integra um pacote de obras no valor de R$ 102,9 milhões lançado pelo prefeito Ruiter Cunha durante as festividades dos 233 anos de Corumbá, em setembro de 2011. Faz parte também do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II) e é um dos contratos assinados pelo prefeito em março, com a Caixa Econômica Federal.

 

Na oportunidade, foram assegurados mais R$ 7 milhões para a execução de novas obras na cidade. Os outros contratos assinados são referentes aos projetos relacionados à construção da praça de esporte e lazer do Bairro Jardim dos Estados, no valor de R$ 2,6 milhões; pavimentação asfáltica do Bairro Guarani e da Rua Sete de Setembro, do anel viário, na Escola Almirante Tamandaré, ao Cravo Vermelho (R$ 1 milhão); implantação do Distrito Turístico do Porto Geral (R$ 500 mil, sendo R$ 460 mil do Ministério do Turismo e R$ 40 mil da Prefeitura); e a revitalização da Prainha Vermelha, ao lado do Centro de Convenções (R$ 500 mil, sendo R$ 480 mil do Ministério do Turismo e R$ 20 mil da Prefeitura).