Para reitora, cursos da área de saúde são viáveis para Corumbá

A reitora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Célia Maria Silva Correa Oliveira, avaliou como viável a implantação de cursos na área de saúde no Campus do Pantanal. “É um pedido forte e em um momento adequado, quando a Presidência da República tem um projeto de expansão das vagas de medicina no País”, afirmou nesta terça-feira (15), após reunião com o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT).

 

“Pelo que a gente sabe não existe nenhuma faculdade nova em região de Pantanal tão importante quanto a nossa. Acho que o Pantanal é um apelo forte, a situação de fronteira é outra, por causa das doenças tropicais. Acredito que é um momento ideal. Agora deve ser encaminhado um pedido ao Ministério da Educação (MEC) para que a Universidade elabore esse projeto, mas que seja acompanhado tanto de recursos humanos quanto de estrutura necessários”, continuou a reitora.

 

Célia reafirmou ao prefeito o compromisso de atender o interior e diminuir a assimetria entre a sede e os campi da universidade. “O curso de medicina é muito importante para a região do Pantanal e por isso sou parceira. Vamos juntos até o ministro da Educação levar esta proposta e espero que tenhamos êxito e que a universidade possa ajudar a desenvolver a saúde nessa região”.

 

Otimista com relação ao pedido do Município, a reitora também apresentou suas propostas para os outros cursos já instalados no Campus do Pantanal. “Vamos continuar expandindo, lutando por novos cursos, novas vagas, mais oportunidades para nossos jovens e conseguir a contratação dos docentes que ainda faltam, além da realização de novos concursos para técnicos e docentes”.

 

Ela também comentou sobre a nova unidade da instituição de ensino na região, localizada no Porto Geral. “Estamos melhorando nossa infraestrutura para que possamos ter boas condições de trabalho em nosso campus. Estamos buscando que a inauguração da obra do antigo prédio da Alfândega seja recheada com equipamentos, bibliotecas e que todos os espaços tenham a estrutura e equipamentos adequados”, concluiu.