Unidades de Saúde estão preparadas para atender casos de dengue

As Unidades de Saúde de Corumbá estão preparadas para atender pacientes com sintomas da dengue. É o que informa o coordenador geral de Atenção em Saúde do Município, médico Eduardo Lasmar Pacheco, adiantando que a Prefeitura está tomando todas as providências necessárias no sentido de não deixar nenhum caso suspeito sem atendimento. A medida faz parte de uma estratégia para evitar superlotação no Pronto Socorro Municipal que também recebeu reforço de mais uma equipe diante do aumento das notificações nas últimas semanas.

 

Com a decisão, a Secretaria de Saúde está disponibilizando atendimento a casos suspeitos de dengue nas Unidades de Estratégia Saúde da Família Dom Bosco, na Alameda Laranjeira s/n, no Dom Bosco; Beira Rio, na Delamare, s/n, no centro; Luiz Fragelli,a na rua Eugênio Cunha, no Universitário; Gastão de Oliveira, na rua Nossa Senhora Conceição, no Maria Leite; Vitória Régia, no conjunto Vitória Régia; Fernando Moutinho, na rua Rio Grande do Sul, no Cristo Redentor; Kadweus, na Cyríaco de Toledo, bairro Kadweus; Paulo Maissato, na Cyríaco de Toledo, bairro da Nova Corumbá; São Bartolomeu, na rua Pernambuco, no João de Deus; Humberto Pereira, na Luiz Feitosa Rodrigues, bairro Nossa Senhora de Fátima; Aeroporto, na rua Alan Kardec, bairro Aeroporto; Centro Saúde da Ladeira Cunha e Cruz, na Ladeira Cunha e Cruz, centro; Ênio Cunha, na alameda Tamengo, na Cervejaria, e Breno de Medeiros, na Cyríaco de Toledo, Bairro Popular Nova.

 

Lasmar informou que todas as unidades estão aptas a prestar atendimento a pacientes com suspeitas da doença, por meio da coleta de material para exames, até aplicação de soro caseiro, até no horário de almoço, sem interrupção. Além disso, informou que o laboratório municipal está funcionando durante 24 horas do laboratório, visando coleta de material para exames, acelerando o processo de tratamento da doença.

 

Ações reforçadas

 

Além de estrutura para atendimento a pacientes, a Secretaria de Saúde está também reforçando as ações de combate à dengue em bairros com índices alarmantes. Segundo a coordenadora geral de Vigilância em Saúde, médica veterinária Viviane Ametlla, todos esforços estão concentrando para regiões com maiores incidência de notificações, como Aeroporto, Popular Nova e centro da cidade. “Durante toda semana passada massificamos as ações nestas localidades e, esta semana, vamos ampliar, atendendo também o Cristo Redentor e a Popular Velha, que também estão com muitas notificações”, disse.

 

Viviane afirma que além dos trabalhos educativos, os agentes estão desenvolvendo ações preventivas e também de eliminação dos focos, com tratamento. Ela acredita que estes serviços serão ampliados a partir da entrada dos militares que deverão reforçar as equipes de campo. O combate à dengue está acontecendo também durante o período noturno, com aplicação de larvicida nos bairros com índices altos de infestação. Segundo a coordenadora, a partir de terça-feira (17), o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) passará contar com uma segunda bomba, ampliando a área de cobertura.