Projeto coleta seletiva é levado para alunos da rede estadual

A Prefeitura de Corumbá está cumprindo mais uma etapa para implantação do projeto Coleta Seletiva na cidade. Na manhã desta quinta-feira, a Fundação de Meio Ambiente e Desenvolvimento Agrário (Funterra) deu sequência ao trabalho educativo, com mais uma palestra sobre o tema para alunos da rede de ensino. Desta vez foram atendidos estudantes da Escola Estadual Dr. João Leite de Barros, que foram orientados sobre a importância dessa prática e os seus benefícios para a natureza.

A palestra foi ministrada pela educadora ambiental Lenir Alencar Peinado, do Núcleo de Educação Ambiental da Funterra, que já programou para segunda-feira, a partir das 09h50, uma nova palestra, desta vez na Escola Estadual Maria Leite. "Além das palestras, os alunos participam também de oficinas, onde aprendem a produzir os mais diferentes tipos de artesanatos a partir de material reciclável", explicou Lenir.

A educadora informou o trabalho de orientação nas escolas foi iniciado em 2011. Já foram atendidas escolas municipais localizadas na área urbana, como também algumas estaduais e particulares. A educadora faz parte da equipe de Educação Ambiental da Futerra que iniciou esta etapa do projeto da Coleta Seletiva em setembro. Além das palestras para estimular os alunos e, por consequência, a população, quanto ao interesse pela coleta seletiva de lixo, a Prefeitura está também promovendo oficinas onde os alunos aprendem a confeccionar bijuterias em papel, caixinha de presente, papel reciclado artesanal, caderno criativo e papelagem, entre outros produtos.

O projeto faz parte de uma estratégia do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) para preservação do meio ambiente. Em setembro de 2011, durante as comemorações do aniversário da cidade, o chefe do executivo corumbaense anunciou um pacote de obras no valor de R$ 102.947.884,83. São investimentos nos mais diferentes setores, inclusive no meio ambiente. Para o setor, estão sendo destinados R$ 2.820.001,70, sendo R$ 1,4 milhão aplicados na aquisição de equipamentos para coleta seletiva e tratamento de resíduos sólidos.