Prefeitura prepara reassentamento de 460 famílias no Casa Nova

A Prefeitura de Corumbá está intensificando o processo para reassentar mais 460 famílias no novo conjunto habitacional construído no Bairro Guató, o PAC Casa Nova. O próximo passo será uma reunião com um grupo de moradores do Bairro da Cervejaria, marcada para o dia 25 de abril, quando serão tratados detalhes relacionados a documentação e até mesmo sobre mudança. O local será habitado também por pessoas que residem em condições precárias nas localidades dos bairros Beira Rio e Generoso; nas alamedas Vulcano e Hawai, e nas regiões de morraria.

A orientação do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) é que todo processo burocrático esteja concluído até o mês de junho, para que estas famílias possam ser reassentadas tão logo sejam executadas as obras das redes de água e esgoto sanitário. Como se sabe, a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) projetou a conclusão dos serviços para junho e a ideia é reassentar os futuros moradores logo em seguida.

"Estamos convidando as famílias beneficiadas do Bairro da Cervejaria para esta reunião que acontece no dia 25 e o mesmo acontecerá com os de outras localidades. Pretendemos concluir todo este processo, inclusive com a assinatura do contrato de concessão do direito real de uso e vistoria dos imóveis, para que todos possam ser reassentados tão logo a Sanesul conclua as obras de água e esgoto", afirmou a coordenadora técnica social do PAC, Luciane Andreata de Castro. Conforme ela, esta é a etapa final antes da mudança dos novos beneficiados.

PAC Casa Nova

O conjunto conta com 800 unidades habitacionais e é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Corumbá e o Governo Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Os investimentos somam R$ 28.525.000, sendo R$ 24.246.250,00 da União e R$ 4.278.750 de contrapartida do Município. Além das casas, a Prefeitura implantou 45,8 mil metros quadrados (28 quadras) de pavimentação asfáltica, além de 800 metros de galerias de água pluvial; construiu um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e uma praça esportiva; está implantando um Centro de Educação Infantil, e o projeto prevê ainda uma Unidade Básica de Saúde.

Fora do projeto do PAC Casa Nova, também em parceria com o Governo Federal, a Prefeitura está construindo dentro do conjunto, uma Unidade de Pronto Atendimento Médico 24 Horas (UPA 24 Horas), que vai atender não só os moradores do Casa Nova, mas de toda a região da parte alta da cidade. Serão todos estes benefícios que os novos moradores terão no novo conjunto, bem diferente das condições em que estas famílias vivem hoje, com riscos inclusive de deslizamentos, já que moram em áreas de encostas.

No local, 340 famílias já foram reassentadas. O processo começou no final de 2010 e início de 2011, quando a Prefeitura levou 274 famílias para o local. Em dezembro de 2011, o Município reassentou mais 66 famílias, totalizando 340. A expectativa é que todas as casas estejam habitadas antes do final do primeiro semestre.