Ministério da Saúde elogia programa de saúde bucal de Corumbá

O coordenador nacional de saúde bucal do Ministério da Saúde elogiou a assistência odontológica oferecida para a população de Corumbá. Gilberto Pucca, que prestigiou a solenidade que premiou o município pantaneiro como a melhor gestão em saúde bucal entre os municípios entre 50 e 300 mil habitantes no último sábado (14), disse que Corumbá é um exemplo a ser seguido pelos demais municípios do mesmo porte habitacional. "Na mesma medida em que Corumbá consegue efetuar a implantação de uma política nacional da saúde bucal, ela passa a ser um exemplo de que é possível fazer muito mais", disse.

Segundo ele, que está à frente do programa "Brasil Sorridente", que reúne uma série de ações em saúde bucal, voltadas para cidadãos de todas as idades, o prêmio valoriza as boas práticas de políticas públicas em saúde. "O prêmio estimula e premia aqueles municípios que investem de fato na saúde bucal. Não apenas em equipamentos, mas em política de recursos humanos e na qualidade no atendimento odontológico", disse Pucca que já conhece o trabalho realizado em Corumbá, após visitas em 2008 e 2010.

A força de vontade em fazer o trabalho em saúde bucal dar certo fez toda a diferença na hora de eleger Corumbá como um exemplo a ser seguido. "Os municípios que de fato investem e detém determinação política, onde os prefeitos fazem acontecer o programa Brasil Sorridente, a odontologia responde muito rápido. Essa é a grande marca em Corumbá. Nós não esperamos 15 ou 20, 30 anos para os resultados aparecerem", ressaltou o coordenador.

Para ser merecedor do prêmio "Brasil Sorridente", Corumbá primeiramente teve de passar pela seletiva organizada pelo Conselho Regional de Odontologia, conforme explicou presidente do Conselho Federal de Odontologia (CFO), Ailton Diogo Morilhas Rodrigues. "Após passar pela etapa regional, uma comissão com cinco profissionais da odontologia do país é formada para avaliar os vencedores do prêmio Brasil Sorridente", explicou.

Segundo ele, alguns dos quesitos avaliados foram: atendimento à população, índice epidemiológico e condições de trabalho do profissional. "Corumbá foi agraciado em primeiro lugar porque melhor atendeu todos os quesitos nos municípios entre a faixa de 50 a 300 mil habitantes. Vimos qualidade na gestão prestada", disse Ailton reforçando que o intuito não é só premiar o município, como também valorizar o profissional e mostrar para os poderes públicos a importância da odontologia para a população.

O presidente do Conselho Regional de Odontologia também elogiou o serviço prestado e a atenção dada por parte da Prefeitura Municipal aos profissionais da odontologia que atuam na rede. "Corumbá apresenta um índice de atendimento excelente e remuneração dos funcionários muito boa. Além disso, possui equipes que estão bem treinadas, com boa formação. Esse rol de coisas garante à população acesso a uma odontologia de boa qualidade", disse Francisco Grilo.

Em Mato Grosso do Sul, além de Corumbá, Amambaí, no sul do estado, ficou com o 6º lugar no prêmio "Brasil Sorridente" na categoria até 50 mil habitantes. Também foram vencedoras as cidades de Itanhandu, em Minas Gerais, na categoria de municípios com até 50 mil habitantes e Curitiba, no Paraná, entre os que têm acima de 300 mil.