Milton Nascimento comemora 50 anos de carreira e encerra o FAS

O Festival América do Sul em Corumbá será encerrado em grande estilo. Nesta segunda-feira (30), uma das grandes atrações é o cantor, compositor e instrumentista Milton Nascimento que faz o último show no Palco das Américas, na Praça Generoso Ponce. Milton é um dos grandes artistas brasileiro que se despontou no Festival Internacional da Canção de 1967. Na oportunidade, teve três músicas classificadas, entre elas Travessia e Morro Velho. Desde então é reconhecido como um dos mais importantes músicos brasileiros de todos os tempos.

 

Em 2012, para comemorar os 50 anos de carreira, está sendo realizada uma grande turnê com shows em praticamente todos os estados brasileiros, como este em Corumbá, além de apresentações na Europa e na América do Sul. Milton nunca se preocupou com a distância, muito menos com o tamanho do lugar. Assim, como nunca se cansa de repetir: “Vou onde me chamam”.

 

Além de Milton, sobem também ao palco o sul-mato-grossense Marcos Assunção. Detentor de uma sonoridade marcante, que evoca a cultura unificando fronteiras entre as variadas tendências musicais e projeta ao universal o regionalismo, Marcos é um dos principais instrumentistas em atividade no estado. Suas composições nasceram inspiradas na sua paixão pela música instrumental, tendo como influências o Jazz e a música brasileira e erudita.

 

A noite reserva também o show da Orquestra Jungla, da Argentina. Grupo musical formado há cinco anos em Buenos Aires, a Orquesta Jungla explora a poderosa combinação de percussão tradicional do oeste da África com sessões de guitarra, baixo elétrico e metais. Com um repertório de gêneros da América com raiz negra, como o reggae e o jazz, podemos esperar um show contagiante e dançante no festival.