Em maio, Ruiter leva Prefeito Presente para mães do Bolsa Família

As mães beneficiadas com o Bolsa Família serão contempladas com uma edição da ação Prefeito Presente. O evento que leva toda a administração municipal de Corumbá até as populações de baixa renda está previsto para a primeira semana de maio, antes do Dia das Mães e com uma atração nacional para fechar a programação festiva. A iniciativa foi anunciada na tarde desta quinta-feira (29) pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) durante reunião ampliada com as cadastradas do programa do Governo Federal, promovida pela secretaria municipal de Assistência Social e Cidadania.

"O Prefeito Presente vai atender as principais reivindicações das mulheres cadastradas no Bolsa Família. Vamos reunir toda a administração para juntos podermos resolver as principais questões e anseios desta população", disse Ruiter. Entre os atendimentos previstos estão: emissão de Carteira Municipal de Transporte para idosos e portadores de necessidades especiais; orientações jurídicas, sobre DST/AIDs, gestação e planejamento familiar, Programa de Prevenção ao Câncer de Colo de Útero, aposentadoria e previdência social, programas habitacionais e impostos municipais.

Também foi anunciada uma atração nacional para animar a festa e celebrar o Dia das Mães. "Um cantor, cantora ou grupo conhecido nacionalmente estará em Corumbá para fechar o evento e também comemorar conosco esta data especial, que é o Dia das Mães", disse o prefeito para as mais de 2 mil mulheres que foram prestigiar a reunião ampliada nesta quinta-feira. O nome do artista ainda não foi definido, mas Ruiter já adiantou que será alguém conhecido pelo grande público brasileiro.

O secretário municipal de Assitência Social e Cidadania, Haroldo Cavassa, explicou que a nova edição do Prefeito Presente busca atender as necessidades das mulheres de Corumbá. "Apesar de ser voltado para as cadastradas no Bolsa Família, o evento também será aberto à todas as mães da cidade", explicou. Desde que a iniciativa foi implantada em 2005, em toda a cidade já foram realizadas 29 edições com quase 110 mil atendimentos oferecidos, possibilitando serviços fundamentais ao cidadão, que muitas vezes demoram a chegar a quem vive em regiões de difícil acesso.

A última edição da ação social ocorreu em março do ano passado, quando foi atendida a população que mora no bairro Cravo Vermelho, para resolver problemas emergenciais ocasionados pela chuva que devastou a região. O público alvo é a população de baixa renda dos bairros, assentamentos rurais e regiões ribeirinhas de Corumbá. A iniciativa possibilita a administração municipal saber quais são os anseios e as necessidades de cada localidade, podendo assim aplicar as políticas públicas com mais qualidade e rapidez.


Condicionalidades

Uma tarde festiva, com muita música, dança e descontração para as mulheres que recebem o benefício do Bolsa Família. Em Corumbá, mais de 6 mil famílias são contempladas e cerca de 2 mil delas compareceram no evento realizado no Centro Popular de Cultura, Esporte e Lazer "Nação Guató". A cantora Marluce Brasil e os dançarinos da Oficina de Dança do Pantanal animaram o público presente. Apesar da descontração, a reunião cumpre as atividades previstas pelo Governo Federal que repassa para famílias com renda mensal de até R$ 140 por pessoa um auxílio que varia de R$ 32 a R$ 306, segundo o perfil de renda e o número de crianças e adolescentes de até 17 anos.

"Aproveitamos a oportunidade de reunir as cadastradas para reforçarmos a necessidade de elas cumprirem com as condicionalidades previstas para o recebimento do benefício. Além disso, fazemos reuniões mensais nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) com o mesmo intuito", disse Haroldo. Segundo o secretário, os beneficiados devem cumprir com as condicionalidades do programa federal, sendo elas: saúde, educação e assistência social. Além disso, a Prefeitura de Corumbá promove parcerias para promover a capacitação das mães do Bolsa Família. "Temos os cursos nos Cras e buscamos parceria com o Centro Profissionalizante Dom Bosco para que essas famílias possam melhorar de vida e assim não necessitar mais do benefício", explicou.