Servidores da Saúde concluem módulo de capacitação permanente

Servidores da Secretaria Municipal de Saúde concluíram nesta quarta-feira (29) o IV módulo de Capacitação Permanente para Cirurgiões Dentistas e Auxiliares de Saúde Bucal, promovido pela Prefeitura de Corumbá. O curso, com duração de oito horas, foi ministrado pelo professor doutor Eduardo Ferreira. A capacitação tem o tema Atendimento a Pacientes Especiais e reuniu 60 funcionários da Saúde.

O atendimento a pessoas com deficiências é oferecido pela prefeitura no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), nas Unidades de Saúde, nas Estratégias de Saúde da Família e na APAE. "O curso tem o objetivo de desenvolver as habilidades e competências dos profissionais para o atendimento de pacientes com deficiência, que é repleto de peculiaridades, cuidados especiais e necessita de atuação de uma equipe multiprofissional, entre outros fatores", comentou o coordenador Geral de Saúde Bucal, Zacaria Omar.

"Ao promovermos a capacitação, dentro dos mais rigorosos princípios científicos, permitimos ao profissional realizar o atendimento odontológico altamente qualificado para que possa sanar em sua própria Unidade de Saúde a maioria dos casos de pacientes com necessidades especiais que recorrem ao tratamento odontológico", complementou o dentista.

Convênio entre a Prefeitura de Corumbá e a Santa Casa, formalizado no ano passado, possibilitou o aperfeiçoamento do atendimento odontológico aos portadores de necessidades especiais (PNEs) oferecido pela rede pública de saúde. Cirurgias e procedimentos que antes eram feitos apenas em Campo Grande hoje são executados na própria cidade. São atendidos pacientes com deficiência mental severa, altistas, portadores da síndrome de down ou de paralisia cerebral.

Procedimento

Para chegar à mesa cirúrgica, os pacientes passam por uma série de procedimentos até receber uma anestesia geral. Esta é a única forma de garantir que eles não se movimentem durante o tratamento. "Desde dezembro, fizemos quatro cirurgias e outros 25 pacientes já estão agendados", disse o dentista Wagner Massaruhá, especialista no atendimento a PNEs. Segundo ele, a qualidade de vida dos pacientes após a intervenção odontológica melhora sensivelmente.

"Geralmente estas pessoas chegam lá com uma saúde bucal muito debilitada. Depois dos procedimentos, eles se alimentam e se expressam melhor, o que acaba refletindo em todas as outras áreas", comentou Zacaria. Em Corumbá existem cerca de 4 mil portadores de necessidades especiais, sendo que a grande maioria apresenta algum tipo de deficiência grave na boca. "Por isso os agentes de saúde também fazem este trabalho de triagem, orientando e encaminhando as pessoas até uma de nossas unidades especializados", completou o coordenador Geral de Saúde Bucal de Corumbá.