Ruiter nomeia doze membros para Conselho Municipal Antidrogas

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) nomeou os membros e a nova presidência do Conselho Municipal Antidrogas (COMAD) de Corumbá. O decreto nº. 1.019, de 15 de março de 2012, entrou em vigor na data de sua assinatura. A terapeuta ocupacional Liliane Pinho de Almeida, integrante da equipe multidisciplinar do Centro de Atendimento Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS ad), é a presidenta do Conselho.

Lamartine de Figueiredo Costa é o representante titular da Secretaria Municipal de Gestão Governamental. O tenente-coronel Ubiratan Bueno é o suplente. A Secretaria de Assistência e Cidadania será representada por Roberto Braga de Oliveira (titular) e Denílson Padilha Moreira (suplente). Tatiana da Silva Santos Mattos é a titular da Secretaria Municipal de Saúde, que tem Juliana da Silva Loureiro de suplente.

A Secretaria de Educação tem Ana Cláudia Gonzaga da Silva como titular e Marileize da Silva Brasil como suplente. Silvia Segóvia Araújo Freire é a suplente do CAPS ad, representado por Liliane. O Projeto Habilitar tem José Carlos Macena de Britto como membro e titular e Cláudio Luiz Pereira da Rosa de suplente. O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) também faz parte do COMAD.

Luciano Cruz Souza é o representante titular e Nelma Helena Dib Souza a suplente. A Associação Amor Exigente tem Jonas Rodrigues de titular e Bill Adorno como suplente. A Associação de Pais e Amigos de Prevenção e Assistência aos Usuários de Drogas de Corumbá e Ladário (ACLAUD) tem Candido Antônio Pinheiro Martins de titular e Ricardo Toledo de Moraes de suplente.

O COMAD ainda conta com a participação da Subseção de Corumbá da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), representada por Luiz Fernando Toledo Jorge (titular) e Thiago Soares Fernandes (suplente). Tatiana Decarli (titular) e Donizete Aires Cardoso (suplente) representam o Poder Judiciário, enquanto Arlene Inez de Carvalho Costa (titular) e Maria Etelvina Fátima de Oliveira (suplente), representam o Legislativo.

A nomeação para o Conselho Municipal Antidrogas não implica em remuneração aos seus membros, sendo sua prestação considerada sérvio público relevante. Os integrantes responderão pelo COMAD durante o biênio 2012/2014.