Prefeitura cumpre etapas para implantação de Distrito Turístico

A Prefeitura de Corumbá segue mais uma etapa na implantação do projeto que pretende transformar o Porto Geral em Distrito Turístico. A próxima ação será conhecer os modelos adotados em outros municípios do Brasil para auxiliar no cumprimento das exigências previstas pelo Ministério do Turismo. Ao todo, R$1 milhão será investido na orla portuária corumbaense dividido em dois projetos que preveem a transformação e valorização dos atrativos turísticos do local.

O diretor-presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Rodolfo Assef Vieira, visita a partir desta quarta-feira (14) cidades do interior do Rio de Janeiro onde já iniciaram os procedimentos técnicos de implantação dos Distritos Turísticos. "Vamos conversar com técnicos para buscar modelos que foram adotados em outras regiões e, com isso, verificar a experiência de implantação desse novo ordenamento turístico", explicou. Segundo ele, a intenção é elaborar um Termo de Referência e assim cumprir com os procedimentos necessários para a implantação do projeto como determina o Ministério do Turismo.

Durante a visita técnica, Rodolfo pretende colher informações também sobre o enquadramento e regulamentação desses portos turísticos junto à Agência Nacional dos Transportes Aquaviários (Antaq). O primeiro projeto autorizado vai permitir transformar o Porto Geral em um Distrito Turístico. O segundo vai viabilizar a revitalização da Prainha Vermelha, também no Porto Geral, às margens do Rio Paraguai. Ambos os projetos contam com recursos do Ministério do Turismo e contrapartida da Prefeitura de Corumbá. A expectativa é de que os trabalhos comecem a partir de junho deste ano.

Os contratos foram formalizados pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) que em janeiro e garantiu o investimento de R$1 milhão para o Porto de Corumbá, que já foi considerado o 3º mais importante da América Latina. Desse valor, R$460 mil foram empenhados pelo Ministério do Turismo para a contratação de uma empresa especializada que fará o levantamento necessário para a implantação do Distrito, além de executar o projeto de engenharia e arquitetura. A Prefeitura Municipal vai arcar com R$20 mil em contrapartida desta etapa.

De acordo com Ruiter, os estudos vão apontar detalhes sobre o uso adequado do Porto Geral e seus respectivos espaços. Este trabalho prevê construção de atracadouros e assim garantir a logística de embarque e desembarque de pessoas e mercadorias. "É um projeto importante que vai valorizar o nosso Porto Geral, porta de entrada do Pantanal Corumbaense", disse o prefeito que destacou o quão importante é criar condições para potencializar um local com grande atratividade turística.

Prainha Vermelha

O segundo projeto aprovado pelo Ministério do Turismo vai permitir a revitalização da Prainha Vermelha, também no Porto Geral, às margens do Rio Paraguai. O valor total é de R$ 500 mil, sendo R$ 480 mil do órgão federal e R$ 20 mil como contrapartida da Prefeitura Municipal. No local, estão previstos estudos técnicos de topografia, terraplanagem, drenagem, contenção da água do Rio Paraguai para construção de atracadouro, implantação de uma praça na orla da prainha, revitalização dos boxes do mercado dos pescadores, bem como execução de um projeto hidráulico e elétrico.

A obra é considerada primordial pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) e integra um amplo projeto que contempla a orla portuária da Cidade que já recebeu inúmeras melhorias, entre elas a urbanização do Porto Geral, construção do Centro de Convenções, entre outras. Além disso, o local possui um grande valor histórico, além de ser tradicional, é "utilizado como área de atracadouro das chalanas que percorrem longas distancias dentro do pantanal, levando e trazendo pessoas e mercadorias". A revitalização vai fomentar o desenvolvimento e o turismo local, inclusive do mercado dos pescadores que ganhará uma área melhor estruturada para comercialização de pescado e melhor atendimento à comunidade e turistas.

O projeto foi vislumbrado pela Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal / Superintendência de Turismo e será mais uma ação da Prefeitura para implantar o Distrito Turístico do Porto Geral de Corumbá. "A Prainha Vermelha é uma das importantes ferramentas que estará integrada ao Distrito", comentou, lembrando que, nos últimos anos, a região recebeu outros investimentos, inclusive do Programa Monumenta, que possibilitou a revitalização do porto geral, como também a recuperação dos conjuntos e monumentos históricos, a partir de um Plano de Desenvolvimento Sustentável, Plano de Desenvolvimento Turístico e Plano de Marketing, que resultaram na implantação do Museu do Homem do Pantanal; Memorial do Homem Pantaneiro (em fase de implantação); Moinho Cultural Latino Americano; Eco Parque Cacimba da Saúde; Projeto Cores com o Iphan e Estação Natureza Pantanal, assim como as obras executadas na região como o Centro de Convenções entre outras, potencializando o turismo no Porto Geral.