Escolas da Reme usam esporte como instrumento de aprendizado

Fazer com que a sala de aula não se torne o único espaço para o aprendizado dos alunos da escola de tempo integral de Corumbá é o desafio da Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria Municipal de Educação. Para isso, a base curricular dos estudantes da pré-escola até o 9º ano passou por uma reformulação e conta com novas disciplinas. "É necessário ter aulas prazerosas, com diferentes motivações para que os alunos tenham vontade de aprender cada dia mais", observou o secretário municipal de Educação, Hélio de Lima.

Uma das formas de despertar nos alunos a vontade de aprender está no estímulo ao esporte. Por meio dessa ferramenta pedagógica, que trabalha não apenas os aspectos físicos, mas também emocional e o desenvolvimento das individualidades, da disciplina e atenção, as unidades que atuam em tempo integral buscam oferecer novas modalidades esportivas para enriquecer ainda mais o tempo em que as crianças e adolescentes ficam na escola. Utilizando o lúdico proporcionado pelas atividades físicas como instrumento para promover o aprendizado das várias áreas de conhecimento.

Entre os exemplos, está a escola Luiz Feitosa Rodrigues. A partir desta terça-feira (20) os alunos da pré-escola até o 5º ano terão uma vez por semana aulas de judô. Os estudantes receberam com muita festa um tatame instalado em uma sala devidamente preparada para a aplicação das aulas do esporte olímpico. "É uma grande oportunidade de aprimorar os movimentos naturais e motores das crianças, mas também uma forma de trabalhar o respeito, a disciplina e o espírito de competitividade sadia entre os alunos", observou a professora de Edução Física e faixa preta, Pura Silvia Tomicha que já ensinou aos alunos a contar até dez em japonês, uma forma de aplicar uma língua não materna dentro do cotidiano dos jovens.

Para a diretora da unidade localizada na região central de Corumbá, a prática de novas modalidades esportivas contribui para o desenvolvimento da aprendizagem dos estudantes. "As crianças terão oportunidade de realizar atividades que não conheciam ou não faziam parte do cotidiano. É de suma importância oferecer novas disciplinas e outros tipos de esported para ampliar o conhecimento de mundo que estes alunos possuem", disse.

E não é somente judô oferecido nas aulas de educação física, a escola conta também com aulas de capoeira, xadrez e tênis de mesa, esses últimos por meio de uma parceria com a Fundação de Esportes de Corumbá (Funec) a partir do projeto Geração Olímpica. As demais unidades de tempo integral também aplicam novas modalidades esportivas na implantação de novas práticas pedagógicas.

O esporte é apenas uma das motivações utilizadas nas escolas de tempo integral. Além da Base Nacional Comum, que engloba a alfabetização, letramento em linguagem e matemática, ciências naturais e humanas e suas tecnologias, os alunos têm aulas da Base Diversificada. Os novos componentes são: orientações para o estudo e pesquisa (estudo dirigido; produção de texto e oralidade); atividades esportivas artísticas e culturais (conhecimento de artes e de línguas estrangeiras) e formação pessoal (identidade, autonomia e valores humanos, bonito por dentro e por fora, juventude em ação e projetando o futuro).

A implantação de novos conteúdos na grade curricular das séries parece ter agradado os alunos. A estudante do 5º ano, Ester do Nascimento Pinto, já escolheu duas disciplinas que estão entre as favoritas. "Eu gosto muito da aula de produção de texto e de inglês. Eu nunca tive aulas de inglês e estou aprendendo muitas palavras novas que eu não tinha ouvido antes", disse. Para José Renato dos Santos, do 4° ano, está sendo bem interessante ter aulas de "Bonito por dentro e por fora". "Aprendo como me comportar em lugares diferentes onde costumo ir e até na minha casa, aprendo várias outras coisas legais também", disse.

Ao entrarem em uma das Escolas Experimentais de Ensino Integral da Rede Municipal de Ensino de Corumbá (Reme) os alunos se deparam com o aprendizado a todo o momento. Desde como se comportar ao passar pelos portões da unidade, até as mais difíceis operações aritméticas os estudantes aprendem não apenas o conteúdo programático de cada série da Educação Básica e do Ensino Fundamental, mas também recebem conhecimento de mundo, de suma importância na formação dos cidadãos.

Investimento

Para promover as aulas de esportes coletivos ou individuais nas escolas municipais de Corumbá é necessário dotar as unidades de equipamentos específicos. Para isso, desde o início da gestão do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) 12 quadras poliesportivas cobertas foram construídas pelo Município, inclusive nas escolas da zona rural. São elas: escolas Tilma Fernandes, Izabel Correia, Ângela Maria Perez, Almirante Tamandaré, Cássio Leite de Barros e Barão do Rio Branco, todas na área urbana. Na zona rural Ruiter entregou as quadras das escolas Luiz Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres (Distrito de Albuquerque), Monte Azul (Taquaral), Carlos Cárcano (Urucum) e Paiolzinho (assentamento Paiolzinho).

Em março deste ano, a Prefeitura iniciou as obras de uma quadra em espaço localizado nas ruas Minas Gerais, Cáceres, Paraná e Geraldino de Barros. O local receberá futuramente  um centro de educação infantil e uma escola municipal. Também já iniciaram a construção de área esportiva na escola municipal José de Souza Damy.