No ILA, interessados ainda podem adquirir camisetas do Sandália

Quem deixou para a última hora corre risco de ficar sem a camiseta do Sandálias de Frei Mariano, primeiro bloco a passar pela passarela do samba na quarta-feira (15), no carnaval de Corumbá. As últimas unidades podem ser encontradas na Casa de Cultura Luis de Albuquerque (ILA), sede da Superintendência de Cultura, ligada à Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal da Prefeitura Municipal, no horário das 08 às 17 horas.

A camiseta que dá direito a participar do bloco, está sendo vendida ao preço de R$ 10,00. Informações da Superintendência da Cultura são de que restam poucas unidades. A procura tem sido grande, principalmente após ter sido anunciado que, este ano, o bloco homenageia sua idealizadora, Heloisa Helena da Costa Urt, falecida em novembro de 2011. A camiseta estampa a imagem de Helô, ex- diretora-presidente da Fundação, correndo atrás de Frei Mariano "xispando" definitivamente o azar.

O bloco foi criado em 2006. A princípio, contava apenas com servidores municipais. Foi uma forma de brincar com uma das lendas mais fortes do Pantanal sul-mato-grossense, as sandálias do Frei Mariano que, acusado de não pagar o relógio da igreja que acabara de construir, em 1887, vingou-se rogando uma praga contra os moradores de Corumbá. Expulso, ele enterrou suas sandálias em lugar incerto, afirmando que a cidade somente retomaria o desenvolvimento quando elas fossem desenterradas.

O bloco entra pela sétima vez na avenida. Já se tornou uma tradição na cidade. A concentração está marcada para a Rua América, em frente ao Hotel Nacional, a partir das 18 horas. A descida acontece às 20 horas, pela Frei Mariano, até a Avenida General Rondon.