Major Gama faz um desfile embalado pela energia do gás natural

A Major Gama foi a quarta escola se apresentar na passarela do samba. Os problemas enfrentados na concentração foram superados por muita energia da comunidade e pelo balanço proporcionado pela bateria composta por 100 ritimistas. A agremiação, fundada em 05 de março de 1989, luta pelo retorno ao grupo de elite do carnaval corumbaense com o enredo "Ueze Zahran, um apaixonado pelo trabalho".

Apresentou uma bela comissão de frente representando "Os mensageiros da paz" e o carro abre alas "Em busca das paz" com destaque para a pomba branca, símbolo da escola. A ala das baianas veio em seguida, mas com apenas cinco senhoras vestida de branco com detalhes prata.

Show à parte deu a bateria com 100 integrantes, todos vestidos de amarelo e azul, cores da Copagás, uma das empresas de Zahran, genuinamente sul-mato-grossense. E foi este gás natural que deu forças para a escola presidida por Almeida Lara, vencer os problemas na concentração e realizar um belo desfile, relatando a vida desse empresário, com destaque para o gás, não se esquecendo dos meios de comunicação e também de uma paixão pelo cavalo árabe.

Buscou também falar sobre a importância do gás natural para a preservação ambiental, os projetos sociais desenvolvidos pelo empresário, por meio de seu grupo, como também das honrarias recebidas por Ueze Zahran pelo trabalho desenvolvido em prol da sociedade.