Ensaio técnico prepara as escolas de samba para desfiles oficiais

As escolas de samba do grupo Especial e de Acesso de Corumbá puderam acertar os últimos detalhes na Passarela do Samba antes dos desfiles oficiais, previstos para os dias 19 e 20 de fevereiro em Corumbá. As agremiações participaram nesse domingo (12) do ensaio técnico, uma oportunidade de ver pequenos ajustes que podem fazer toda a diferença no momento do desfile oficial. Foram disponibilizados dois carros de som para acompanhar a evolução das baterias que este ano conta também com um telão de LED na parte traseira.

O ensaio começou logo após a descida do Cibalena, que usou o domingo para testar a irreverência daqueles que simpatizam com o maior bloco de sujos de Corumbá. Em seguida, por volta das 19 horas, teve a descida das escolas do grupo de acesso, que tiveram 30 minutos para descer o circuito do samba, que inicia na rua Frei Mariano, esquina com a 13 de junho e termina na avenida General Rondon, com a Major Gama. A primeira escola a se apresentar foi a Marquês de Sapucaí, seguida da Imperatriz Corumbaense. A Unidos da Vila Mamona foi a terceira a se apresentar e inclusive fez o recuo da bateria. A última a se apresentar do grupo de acesso foi a Acadêmicos do Pantanal.

As escolas do grupo especial tiveram 35 minutos cada para fazer suas apresentações e empolgar o bom público que foi prestigiar o evento. A Caprichosos de Corumbá iniciou o desfile, em seguida foi a vez da A Pesada, Nova Corumbá e fechando com a Império do Morro. Após o ensaio, a banda Corumbá Show subiu no palco montado na praça Generoso Ponce para o grande número de foliões que puderam sentir uma pequena amostra do que o carnaval reserva para os próximos dias.

Estrutura

A Prefeitura de Corumbá prepara uma grande estrutura para o carnaval deste ano. São mais de 100 toneladas de ferro e equipamentos que darão forma ao circuito oficial do Carnaval 2012 de Corumbá. Somente de arquibancada, serão cerca de 200 metros de extensão, com capacidade para mais de 2 mil pessoas. Na General Rondon os 76 camarotes que serão comercializados pela Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal também já estão sendo erguidos. Outros dois mil metros de grades de segurança serão dispostos ao longo de toda a Frei Mariano em determinados pontos da avenida. Os jurados que vão avaliar os blocos e escolas de samba ficarão divididos em três torres, conforme o quesito.

O palco, onde vão se apresentar Adryana Ribeiro, Tchacabum e o grupo Revelação, terá 260 metros quadrados de área. Só nele, as caixas de som terão potência de 100 mil watts. Outras 28 caixas foram espalhadas pelo circuito, garantindo que os foliões possam acompanhar as apresentações de qualquer ponto. Juntas elas também oferecem potência de 100 mil watts. Assim como nos últimos anos, dois caminhões de som, cada um com 10 mil watts de som, acompanharam o desfile das agremiações. E o áudio será complementado com imagens em alta definição. Cinco telões de LED vão trazer todos os detalhes da maior festa popular da cidade.