Corumbá vai aplicar questionários do programa BCP nas Escolas

A Prefeitura de Corumbá prepara a aplicação de um questionário que permitirá a coleta de dados sobre saúde, educação e moradia das crianças e adolescentes com necessidades especiais. A iniciativa visa principalmente saber como estas pessoas vivem, permitindo assim o aprimoramento dos programas desenvolvidos pelas instituições públicas. Serão 254 questões como parte do programa Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) na escola.

O questionário é uma estratégia adotada pelo Governo Federal e, em Corumbá, será aplicado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS). É o que informa a gerente de Políticas Sociais da Secretaria, Adelma Galeano, observando que, antes, a secretaria irá capacitar todos os técnicos dos Centros de Referência. Os questionários foram elaborados pelo próprio Governo Federal.

O programa é uma ação intersetorial que envolve os ministérios da Educação, da Saúde e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, além da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, em parceria com municípios, estados e com o Distrito Federal. Tem por objetivo realizar o acompanhamento e monitoramento do acesso e da permanência na escola das pessoas com deficiência, beneficiárias do BPC, até 18 anos, por meio da articulação das políticas de educação, saúde, assistência social e direitos humanos.

Adelma enfatizou que os principais eixos de atuação assumidos pela Prefeitura e demais parceiros, consistem em identificar, por meio do questionário, os beneficiários do BCP com idade até 18 anos, que estão na escola e os que estão excluídos. Além disso, vai permitir identificar as barreiras para o acesso e permanência na escola; realizar acompanhamento, e desenvolver estratégias conjuntas para superação dessas barreiras. O questionário será aplicado logo após encerramento da capacitação dos técnicos dos CRAS.