Corumbá faz ação para proteger e defender direitos das crianças

Com disponibilização inclusive de telefones para denúncias, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania da Prefeitura de Corumbá e parceiros, estão desenvolvendo na cidade, uma campanha de combate ao abuso e exploração de crianças, adolescentes, mulheres e idosos, durante o carnaval. Foi o que informou o secretário Haroldo Ribeiro Cavassa, destacando ser esta, uma arma importante para proteger e defender os direitos deste público alvo, inclusive de pessoas em situação de rua.

A campanha foi iniciada no dia 1º de fevereiro, no show de abertura do Carnaval 2012 de Corumbá, com a cantora Claudia Leite. Desde então, equipes da Assistência Social e parceiros estão realizando visitas a pontos estratégicos da cidade, como aeroporto, rodoviária, feiras-livres, supermercados, entre outros locais de grande concentração de pessoas, distribuído materiais impressos, todos com os números dos telefones para denúncias.

A campanha está envolvendo equipes do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), Centro de Referencia da Assistência Social (CRAS) e demais programas e serviços da secretaria, bem como parceiros como os Conselhos de Assistência Social, da Criança e do Adolescente, Tutelar e dos Direitos da Mulher; Defensoria Pública; Delegacia de Atendimento à Infância, Juventude e Idoso; Polícia Militar, e Promotoria Pública.

Haroldo explica que a ação tem como finalidade prevenir e combater todo e qualquer tipo de violência, abuso e exploração no período de carnaval, intensificando a disseminação de informações entre os foliões, e, assim, prevenir e ajudá-los a identificar situações de abuso para saber quando e como denunciar. Durante todo o período das folia, as equipes de trabalho estarão em pontos estratégicos da cidade e no perímetro da folia, desenvolvendo a campanha, entre eles, Jardim da Independência, passarela do samba, hoteis, feiras-livres, rodoviária, aeroporto, posto Lampião Aceso, fronteira com a Bolívia e também no Distrito de Albuquerque.

Os telefones à disposição da comunidade são o disque denúncia nacional nº 100 (ligação gratuita); Conselho Tutelar, 0800 647 4488; CREAS (67) 3231 4423; Delegacia de Atendimento à Infância, Juventude e Idoso, (67) 3907 5124 e Polícia Militar, 190 (ligação gratuita).