Corumbá apoia ação emergencial contra dengue em Puerto Suarez

Corumbá vai apoiar a execução de um plano emergencial de combate à dengue em Puerto Suarez e Puerto Quijarro, localizadas na Bolívia, fronteira com o município brasileiro. A ação começa ser desenvolvida neste final de semana em Puerto Suarez com a realização do Levantamento de Índice Amostral (LIA), semelhante ao Levantamento de Índice Rápido de Infestação de Aedes aegypti (LIRAa), executado no Brasil. O trabalho que será realizado nas cidades bolivianas foi elaborado pela equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Prefeitura de Corumbá que, além do apoio técnico, está disponibilizando também uma equipe de servidores com experiência no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

A ação começa na na sexta-feira (10). Segundo a coordenadora geral de Vigilância em Saúde da Prefeitura, médica veterinária Viviane Ametlla, o plano será aplicado em virtude de uma epidemia de dengue que atinge várias regiões da Bolívia. O apoio foi solicitado pelas autoridades bolivianas durante um encontro recente com a subsecretária de Saúde, Maria Antonieta Sabatel que, além de confirmar a participação, adiantou que a ação em parceria faz parte de uma estratégia adotada pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), visando o desenvolvimento da fronteira.

O plano de ação emergencial vai atender também Puerto Quijarro. Viviane explicou que a data já está sendo planejada com as autoridades locais ligadas à Coordenadoria de Endemias e Zoonoses da Província de German Bush, no caso Fábio Vargas e Patrícia Gonçales. A exemplo do que ocorre em Corumbá, onde militares dão apoio à Prefeitura na realização de ações contra a dengue e outras endemias, em Puerto Suarez e Puerto Quijarro, o Exército Boliviano também dará apoio ao trabalho, juntamente com a Armada Naval, a empresa de transportes Cuceña e as duas prefeituras.

O Plano de combate à dengue nas cidades fronteiriças abrange ações necessárias para conter o avanço da doença na região. Equipes da Prefeitura de Corumbá já detectaram que a situação é preocupante e que exige atenção especial, como já vem ocorrendo no município brasileiro, onde o último LIRAa apontou índice de infestação predial de 2,04%. Por isso mesmo, uma das recomendações do CCZ, ao elaborar o plano, foi a realização do Levantamento de Índice Amostral para colocar o trabalho em prática.

O levantamento vai permitir identificar o tipo de depósito predominante nas duas cidades bolivianas, o índice de infestação predial por bairro, como também traçar estratégias de ações em parceria com as autoridades locais. Em Puerto Suarez a previsão é visitar 600 imóveis dos três mil existentes nos 14 bairros do município. O LIA será feito por 40 equipes, cada uma com três pessoas.

Está prevista para sexta-feira, pela manhã, uma capacitação rápida de 50 militares do Exército Boliviano com foco em biologia do vetor e estratégia de execução do plano de ação. No sábado (11), começa ser executado o LIA. Uma segunda capacitação está programada para o dia 24 de fevereiro, destinada a 50 militares da Armada Naval Boliviana,que vão auxiliar execução do plano em Quijarro.