Coca-Cola é patrocinadora oficial do Carnaval 2012 de Corumbá

Reconhecido como o melhor carnaval do Centro-Oeste brasileiro, a folia de momo de Corumbá será patrocinada em 2012 pela Coca-Cola Femsa. A empresa, uma das maiores e mais conhecidas marcas do mundo, vai investir R$ 100 mil na festa da cidade. Em contrapartida, ela terá o direito de explorar a venda de bebidas em todo o circuito oficial, que compreende as ruas Frei Mariano e a avenida General Rondon. Além das marcas de refrigerantes (Coca-Cola, Fanta, Pepsi e Kuat), dois tipos de cerveja serão comercializados na praça de alimentação e pelos ambulantes espalhados pelo perímetro: Bavária Premium e Kaiser.

Para o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), a parceria com a Coca-Cola é prova do crescimento e profissionalização do evento, um dos mais tradicionais de todo o Mato Grosso do Sul. "Nos últimos oito anos, a Prefeitura investiu muito para que Corumbá voltasse a ser referência de alegria, descontração, hospitalidade e desenvolvimento. Processo que necessariamente passou pelo resgate do Carnaval, uma festa que tem o perfil do povo corumbaense. Hoje esse evento tomou uma proporção enorme, capaz de gerar renda, emprego e aquecer a economia local", avaliou. Segundo o prefeito, o interesse de grandes marcas demonstra a potencialidade do Carnaval de Corumbá.

"Esta parceria com a Coca-Cola é fruto de um esforço do Município, que buscou somar também a iniciativa privada neste projeto que une cultura, tradição e desenvolvimento econômico", complementou o chefe do Executivo Municipal. Levantamento realizado pela Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal em 2011 mostrou que só o Carnaval gerou mais de 600 empregos diretos na cidade entre dezembro e março. Somente os blocos e escolas de samba contrataram 492 pessoas para trabalhar nos barracões, tendo uma média de gastos com pessoal variando entre R$ 1.000 e R$ 35.000,00. No setor de alimentos e bebidas, foram outros 65 temporários, com aumento no fluxo de clientes de 30% a 100%.

Para este ano, a expectativa da Fundação de Cultura e Turismo é de que mais de 15 mil turistas visitem a cidade para a Folia de Momo. A estimativa é de que cerca de R$ 10 milhões devem movimentar a economia local até a próxima quarta-feira (22). Toda a festa, incluindo estrutura, shows, repasses às entidades carnavalescas e aquisição de instrumentos de percussão, está orçada em R$ 2,3 milhões. A Prefeitura é responsável pela maior parte desse investimento. "O apoio da Coca-Cola Femsa mostra que a cidade está no caminho certo. O Carnaval é economicamente viável, tanto para ao município como para a iniciativa privada", completou Ruiter.

Pesquisa

A pesquisa realizada pela Fundação identificou que o Estado do Mato Grosso do Sul é o maior polo emissor de turistas para o Carnaval de Corumbá (74%), tendo a cidade de Campo Grande como maior emissora. O Estado de São Paulo (12%), as cidades do interior, aparece como segundo pólo emissor de turistas para o evento. Outros Estados como Paraná e Mato Grosso também são apontados na pesquisa. Em relação às pessoas que acompanham o turista na viagem, o questionário aplicado mostrou que o evento atrai, em sua maioria, grupos familiares e amigos, 46% e 37% dos entrevistados respectivamente.

A pesquisa verificou também que uma grande porcentagem dos entrevistados estava participando do Carnaval pela primeira vez. A maioria absoluta afirmou que indicaria a viagem a outras pessoas. Observou-se também a fidelidade dos turistas, que participaram do evento mais de duas vezes. O gasto médio dos turistas durante o Carnaval de 2011 variou entre R$ 200,00 a R$ 500,00 e de R$ 500,00 a R$ 1.000,00, conforme o tempo de permanência dele na cidade, que variou entre um e dois dias.