Corumbá busca novas técnicas para produção de alimento orgânico

Três técnicos da Fundação do Meio Ambiente e Desenvolvimento Agrário (Funterra) da Prefeitura de Corumbá participam do Showtec 2012 que será aberto na quarta-feira (25) em Maracaju (MS) com a presença do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho. A equipe viaja nesta terça-feira com a finalidade de colher subsídios visando massificar na região pantaneira, o cultivo de alimentos orgânicos, reforçando um projeto que será desenvolvido no município.

É o que informa o gerente de Assistência Técnica da Fundação, Marcelo Roberto Wanderley Filho, que destaca a importância da participação da equipe no Showtec, para atualização de tecnologias na área. Ele lembra que a diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente e Desenvolvimento Agrário, Luciene Deová, tem dado total apoio ao projeto, principalmente devido a grande procura por alimentos orgânicos, livres de agrotóxicos, por parte da população corumbaense.

A feira em Maracaju vai até o dia 27 e os técnicos que participam do evento são Edésio Burguês de Andrade, Carlos Eduardo de Almeida Carvalho e Cícero Pereira Soares. Este ano, o Showtec de Maracaju tem como tema "Produção de Alimentos com Consciência Ambiental", e será discutido com especialistas e produtores de toda região. A palestra de abertura abordará assuntos voltados à agricultura brasileira, profissionalização, competitividade e sustentabilidade, a cargo do professor Marcos Fava Neves.

Marcelo Wanderley explica que, no retorno da equipe, a Funterra irá planejar novas visitas à propriedade do produtor Rafael Candia, que está desenvolvendo um projeto orgânico na região de Corumbá. "Já iniciamos este contato por meio de visitas técnicas e a proposta é difundir ainda mais, expandido para outras propriedades rurais, para que a região se torne auto-suficiente na produção de verduras, frutas, legumes, temperos e ervas medicinais sem o uso de agrotóxicos e de maneira ecologicamente correta, sem queimadas e com tratamento ideal do solo", ressalta.

O projeto, desenvolvido em parceria com a Embrapa Pantanal, visa disseminar informações aos pequenos produtores rurais, principalmente em relação às técnicas de manejo de hortaliças, leguminosas, tubérculos, frutíferas e essências florestais, melhorando assim, a qualidade da alimentação do corumbaense. Luciene Deová lembra que a agroecologia vem sendo alvo de trabalho intenso por parte da equipe da Funterra e parceiros, principalmente a Embrapa Pantanal, "por entendermos que esse é o melhor caminho para produção sustentável dentro do município de Corumbá", observou.