Campanha vai conscientizar motoristas na BR-262 durante Carnaval

Durante o Carnaval de Corumbá, o Instituto Tecnológico de Transporte e Infraestrutura (ITTI), que estuda o impacto ambiental do tráfego de veículos na BR-262, vai realizar uma campanha de conscientização em diferentes pontos da rodovia. O objetivo é evitar o atropelamento de animais silvestres neste período, quando o movimento aumenta consideravelmente na estrada federal. Nesta quarta-feira (11), o secretário de Gestão Governamental de Corumbá, Cássio Augusto da Costa Marques, e o subsecretrário de Relações Institucionais, Lamartine de Figueiredo Costa, receberam a coordenadora de Comunicação e Designe do instituto, Dulce Maria Paiva Fernandes, e discutiram o assunto.

Os secretários elogiaram a iniciativa e ofereceram suporte à realização da campanha. Segundo o ITTI, serão divulgados conceitos de conservação ambiental e as conseqüências das ações humanas ao meio ambiente. As mensagens foram orientadas de forma a incentivar a iniciativa e participação dos indivíduos e grupos locais como agentes importantes e essenciais para minimizar os impactos ambientais, produzindo efeitos positivos tanto na esfera ambiental como no meio social. Uma das ferramentas utilizadas pelo instituto tecnológico é a música. "Um CD foi produzido apenas com canções relacionadas diretamente com o tema", explicou a doutora Dulce Maria.

O CD possuiu doze faixas e foi distribuído em vários veículos de comunicação da cidade. As mensagens informam aos usuários da BR-262 sobre a vasta biodiversidade do pantanal e a presença de vida silvestre ao longo da rodovia, reforçando a necessidade de atenção aos impactos ambientais causados pela mesma, como atropelamento de animais, geração de lixos e resíduos, desmatamento, queimadas e outros. Ainda de acordo com o ITTI, o público alvo da campanha foi diagnosticado em visitas técnicas realizadas entre os meses de abril e junho do ano passado. A intenção é atingir toda a comunidade, mas alguns grupos foram traçados como prioritários.

É o caso das comunidades lindeiras (associações de moradores e assentamentos), profissionais que trabalham na duplicação da rodovia, escolas e autoridades dos órgãos municipais, estaduais e federais, bem como os motoristas profissionais de empresas de transporte, sejam caminhões ou ônibus, e seus passageiros. As ações de conscientização serão desenvolvidas no Porto Seco de Corumbá, na empresa Andorinha, no pedágio e em restaurantes e outros pontos turísticos da região.