Vale vai viabilizar mais de 280 itens para Santa Casa de Corumbá

Convênio assinado nesta terça-feira (21) pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) e o diretor do Departamento de Ferrosos Centro-Oeste da Vale, Alexandre Campanha, vai viabilizar a aquisição de 281 itens para a Santa Casa de Corumbá. Os mais de R$ 1,7 milhão em investimentos vão beneficiar principalmente o CTI (Centro de Tratamento Intenso) e o Centro Cirúrgico, que será equipado com monitores multiparâmetros, carros de anestesia, cardioversores, mesas auxiliares, mesas cirúrgicas, focos cirúrgicos e focos móveis de luz. Serão quatro unidades de cada item. O setor ainda vai ganhar dois carrinhos de emergência equipados com desfibriladores.

Já a Unidade de Tratamento Intensivo vai receber da mineradora oito camas hospitalares, 14 colchões, 12 monitores multiparâmetros, 40 cabos SP02 – utilizados para interligar os equipamentos -, 10 válvulas de precisão, 12 cilindros de oxigênio, 12 suportes para soro, seis carros macas, 20 umidificadores de ar, 12 válvulas, 12 reanimadores, 14 bombas de infusão, seis eletrocardiograma portáteis, seis ventiladores pulmonares, sete macas de emergência e mais sete desfibriladores. Segundo o presidente da Junta Interventora da Santa Casa, Daniel Martins Costa, os investimentos vão aumentar a capacidade de atendimento da instituição.

"Mesmo não aumentando o número de leitos, esses equipamentos vão permitir um atendimento mais rápido ao paciente, possibilitando que ele receba alta em menos tempo", explicou, reforçando que os setores mais carentes da Santa Casa serão justamente os mais beneficiados "Grande parte dos aparelhos em nosso hospital são antigos e demandam muitos consertos. Com esses novos instrumentos, além do paciente, o corpo clínico também será diretamente beneficiado, uma vez que vão proporcionar bons diagnósticos e maior qualidade no trabalho dos médicos, enfermeiros e técnicos", complementou.

O presidente da Junta Interventora ainda agradeceu a mineradora pela iniciativa e chamou outros parceiros a somarem com o Hospital de Corumbá. "Esse convênio vai nos permitir um salto incomensurável. A importância desse ato para a saúde merece uma salva de palmas, inegavelmente. São passos importantes para a melhoria de saúde da população. A Vale deu tudo aquilo que considerávamos mais importante. Foi nos equipamentos prioritários que a Prefeitura talvez tivesse dificuldades em adquirir. Que isso sirva de exemplo para que outras instituições da iniciativa privada ajudem a melhorar a saúde de nossa cidade".

Para evitar que o montante do convênio seja penhorado para pagar dividas acumuladas pela ex-administração da unidade médica, os aparelhos serão adquiridos pela Prefeitura e repassados à Santa Casa em regime de comodato. "Temos que nos orgulhar de ter a Vale em Corumbá. Mas também temos que fazer a Vale ter orgulho de estar aqui em nossa cidade. E isso vem acontecendo cada vez com mais intensidade", comentou o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), citando a parceria da mineradora também na construção de 260 casas por meio do programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal.

A Fundação Vale está investindo R$ 1,32 milhão no Corumbella II, voltado para famílias com renda de até três salários mínimos, edificado no bairro Guató. "Esperamos que outras empresas também sigam esses exemplos e que tenham o mesmo comprometimento que a Vale está mostrando para ajudar a melhorar a qualidade de vida em nossa cidade", concluiu Ruiter.