Servidores da Saúde Bucal se reúnem e debatem atividades de 2011

Servidores da Saúde Bucal em Corumbá, da secretaria municipal de Saúde, se reuniram na tarde desta quarta-feira (14) para debaterem as atividades odontológicas desenvolvidas durante o ano de 2011. O encontro foi realizado no auditório da Prefeitura Municipal com a participação de cirugiões-dentista, auxiliares e técnicos em saúde bucal e recepcionistas. "É neste momento em que são razoadas as atividades virtuosas e as falhas cometidas para desencadear o alinhamento profissional para o próximo ano", explicou o coordenador de saúde bucal, Zacaria Yahya Omar.

São 94 profissionais que trabalham com a saúde bucal da população de Corumbá. O efetivo se divide entre as Unidades de Saúde da Família, Pronto-Socorro Municipal e Centro de Especialidades Odontológicas. De acordo com o coordenador de saúde bucal, o ano de 2011 resultou em várias conquistas para o setor. "Tivemos a valorização do servidor com a realização da capacitação permanente, que já está no terceiro módulo, a Jornada Odontológica, em setembro, além de palestras e cursos nas estratégias de saúde da família e atualização em saúde bucal para todos os segmentos", observou.

Os resultados positivos acompanham a expressiva atenção dada pelo Município para a saúde bucal de toda a população corumbaense, de acordo com Zacaria. Entre as conquistas, estão a implantação de mais quatro equipes de Saúde Bucal na Estratégia de Saúde da Família(ESF); ampliação do número de profissionais no quadro efetivo de Cirurgiões Dentistas e auxiliares; pronto atendimento Odontológico 24 horas no Pronto Socorro Municipal; Centro de Especialidades Odontológicas(CEO); equipe de educação e prevenção escolar e coletiva; pólos de Atendimento odontopediátrico; inserção do Programa de Atendimento Especializado para Pacientes Portadores de Necessidades Especiais; atendimento Buco-Maxilo-Facial; capacitações permanentes e periódicas a todos os profissionais do segmento da saúde Bucal, entre outras melhorias.

Resultados

Com mais investimentos para o setor, Corumbá também celebra em 2011 a redução no índice apresentado no Levantamento Epidemiológico de Cárie (CPOD) na faixa etária de 06 a 14. O indicador ficou em 1,77, bem abaixo do valor preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), equivalente a 3,0. Pelo quinto ano consecutivo, o número de crianças que apresentam cárie dentária diminuiu. O índice CPOD (Dentes Cariados, Perdidos ou Obturados), no ano base de 2009 foi de 2,05. Em 2006, o CPOD era de 2,93. Já em 2007, caiu para 2,61 e, no ano seguinte, para 2,28.