Reassentadas, famílias comemoram nova moradia no Casa Nova

Passar Natal em uma nova casa, com mais conforto, era tudo que Claudiane de Souza Thomas, 23 anos, desejava para ela e seus dois filhos, a realização de um sonho dos últimos cinco anos de sofrimento no Loteamento Pantanal (Lar para Todos). Na manhã desta quinta-feira (08), tudo se tornou realidade. Claudiane foi uma das famílias que se mudou para o conjunto habitacional que a Prefeitura construiu na parte alta da cidade, no Bairro Guató, o PAC – Casa Nova. O reassentamento começou logo nas primeiras horas da manhã e, ao lado dos filhos, recebeu a chave de sua nova residência, entregue pela equipe técnica do PAC Social, ligada à Subsecretaria de Habitação e Regularização Fundiária da Prefeitura.

"É um presentão. Vou passar o Natal com meus filhos de casa nova, com todo conforto, bem diferente da vida que a gente levava no uma barraco de madeira e tendo que subir o morro pra pegar água. Daqui pra frente será bem melhor", dizia a nova moradora da Rua Agostinho Mônaco, quadra 26, lote 40, do conjunto PAC Casa Nova. Sua vizinha, Luciléia Gonçalves Correia, 30 anos, também comemorava a nova moradia, no lote 37, uma esquina e, em frente à praça que faz parte do projeto. Sorridente, convidou integrantes da equipe que acompanhava a mudança, para "comer um bolo de fubá com café na próxima vinda de vocês aqui", exaltava enquanto arrumava os móveis no interior de sua nova moradia, que será habitada por ela, o marido e três filhos.

Completo

O reassentamento das famílias oriundas do Lar para Todos e das áreas de riscos (Cervejaria, Beira Rio e outras localidades), começou na manhã desta quinta-feira. Primeiro estão mudando as famílias que não precisam do apoio da Prefeitura (veículo) para transportar os móveis. Entre elas, está também Maria Esther Barros, 35 anos. Ela, na semana passada, quando vistoriou o imóvel, na quadra 26, lote 42, disse que "Para ficar completo, só falta mudar". Hoje, enquanto aguardava receber a chave, dizia que "agora está completo. Me sinto feliz e só tenho que agradecer a Deus e às pessoas que proporcionaram este novo lar", uma referência à equipe da Prefeitura de Corumbá que sempre "esteve ao meu lado durante todo este tempo de sofrimento no Loteamento Pantanal".

O subsecretário de Habitação e Regularização Fundiária, Luis Mário Romão, acompanhou o reassentamento das primeiras famílias que vão residir na quadra 26 do PAC Casa Nova. Comentou que o cronograma elaborado pela equipe técnica social, prevê conclusão desta etapa em 19 de dezembro. Adiantou que, além de reassentar as famílias, a Prefeitura trabalha agora na instalação do sistema de iluminação pública. "Vamos providenciar a execução desse serviço para atender a comunidade", destacou.

Enquanto os adultos providenciavam a mudança, as crianças já se "identificavam" com o equipamento considerado por todos como o maior atrativo do conjunto: a praça de esporte e lazer. "Vou jogar muita bola aqui", comemorava João Pedro Barbosa, 14 anos, que se mudou para uma residência bem em frente ao empreendimento construído pela Prefeitura e que integra o projeto do PAC Casa Nova. Ele e amigos já planejavam os jogos. "Só não fomos porque não temos bola", emendou Jurciley Barros Serra, 15 anos, com o olhar fixo no campo de futebol. "Foi o que eu mais gostei aqui, além da casa, é claro", completou.