Em 2012, Prefeitura implanta período integral na Rede Municipal

A partir do próximo ano três escolas da área urbana e uma rural vão ser atendidas pelo Programa Experimental de Educação Integral instituído pelo prefeito de Corumbá Ruiter Cunha de Oliveira (PT) instituiu, por meio do decreto nº 1001, de 15 de dezembro de 2011. A iniciativa tem por objetivo formular, planejar, executar e acompanhar um conjunto de ações direcionadas para a melhoria da qualidade social do ensino oferecido aos alunos da educação infantil à 9ª série do Ensino Fundamental.
O programa vai atender as escolas municipais Tilma Fernandes Veiga, Rachid Bardauil, Luiz Feitosa Rodrigues e a Escola Rural Polo Porto Esperança, nas extensões Santa Mônica, Paraguai Mirim e Jatobazinho. Essas unidades educacionais passam a ter jornada de oito horas diárias para alunos da educação infantil à 9ª série. A iniciativa segue o Plano Nacional de Educação, que prevê que 50% das escolas públicas do País ofereçam educação em tempo integral até o ano de 2020.
O decreto também estabelece de que forma o programa Escolas Experimentais de Educação Integral será conduzido pela equipe da Secretaria Municipal de Educação. Um dos aspectos é metodologia de ensino para os alunos, por meio de um sistema estruturado e com materiais didáticos necessários. Prevendo as mudanças não somente no cotidiano dos alunos, mas no corpo docente, a medida prevê que os educadores passem por formação para o novo modelo e metodologia de ensino, como o uso de plataformas de aulas digitais para tornar o ensino mais adequado às crianças e adolescentes.
Para cumprir a carga horária, as escolas não precisarão utilizar apenas a sala de aula como local para a prática pedagógica. Elas terão liberdade para explorar de forma mais ampla os espaços da instituição, como biblioteca, sala de leitura, laboratórios de ciências, informática e línguas, além das práticas do desporto educacional e apoio às desportivas não-formais. O decreto ressalta que, para alcançar o objetivo almejado com a introdução de novos métodos e práticas no cenário educacional, será necessário ter professores polivalentes, para Humanidades e Ciências Exatas, e professores especialistas, que trabalharão Educação Física, Artes, Inglês e Espanhol.
Ruiter estabeleceu ainda que, a partir da publicação do documento, a Secretaria de Educação ficará responsável por "promover, supervisionar e coordenar a implantação do Programa Experimental de Educação Integral de Corumbá". O texto também prevê, seguindo as normas regulamentadoras de cada categoria, a jornada de trabalho dos profissionais envolvidos no programa, que cumprirão 40 horas semanais. Já para aqueles que não detêm matrícula sob o regime de 40 horas, a jornada de trabalho será complementada por meio de dupla regência.