Nova praça terá até aparelho de ginástica para atender população

Praticar ginástica em uma academia ao ar livre tendo o Pantanal como paisagem. Isto será possível em Corumbá com a conclusão da praça que a Prefeitura Municipal está construindo na Rua Antônio João com a Avenida General Rondon, área central da cidade e que vai atender moradores também das regiões do Beira Rio, Borrowiski e localidades próximas. Além dos equipamentos normais de uma praça, por orientação do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), um aparelho de ginástica está sendo instalado no novo empreendimento, que será palco de um projeto piloto da Secretaria de Saúde, beneficiando pessoas atendidas pelas Unidades de Saúde da Família da região ribeirinha e central.

A praça está sendo construída em uma área, próxima ao Grêmio, que já foi utilizada como ‘depósito de lixo' antes de uma primeira intervenção da Prefeitura, com a execução de obras de contenção de encostas e recuperação da galeria de água pluvial da Rua Antônio João. Concluída, proporcionará um belo visual do Rio Paraguai, na região do Porto Geral, além de um espaço adequado para atividades físicas e de lazer da população residente nas imediações.

Na praça, a Prefeitura está investindo R$ 276.904,36, recursos oriundos de impostos que a população paga. Contará com playground; área de jogos com pergolados; pista para caminhada; espaço com bancos com vista para o Pantanal (mirante), além de uma academia de ginástica ao ar livre. Segundo o secretário de Infraestrutura, Habitação de Serviços Urbanos, engenheiro Ricardo Ametlla, toda a área está sendo totalmente urbanizada, com plantio de árvores, gramas, iluminação ornamental e aparelhos de acessibilidade.

O sistema de iluminação terá uma capacidade de seis mil watts. São 24 lâmpadas, três por postes (oito) com 250 watts de potência cada uma. "Estamos implantando este novo aparelho, seguindo uma orientação do prefeito Ruiter Cunha, que vai mudar totalmente o visual da região", explicou Ametlla, acentuando que a praça está sendo edificada em um espaço com três pavimentos, devido ao declínio do terreno. Um deles foi reservado para transformar em mirante, totalmente urbanizado, com bancos, iluminação e arborização. "Será um novo espaço de contemplação da cidade", ressaltou, para lembrar que o projeto foi integrado ao Beco da Candelária, cuja restauração aconteceu com recursos do Programa Monumenta.

Academia

Já a academia de ginástica ao ar livre não fazia parte do projeto inicial. Como a praça está sendo construída em uma região no centro, próxima a bairros como o Beira Rio, Borrowiski e outras localidades, por orientação do prefeito, o aparelho está sendo instalado no local e será utilizado para programas desenvolvidos pelas equipes de saúde das unidades existentes nas imediações.

Conforme informações da responsável pelo Núcleo de Apoio à Saúde da Família, Joelma Aparecida de Souza, a proposta é desenvolver uma série de atividades físicas voltadas às pessoas atendidas pelas unidades de saúde da região. "O espaço será muito importante para conclusão dos trabalhos que será iniciado com uma caminhada e encerrado com ginásticas utilizando o equipamento que está sendo instalado na praça", diz Joelma.

O aparelho poderá ser utilizado também pela comunidade que reside nas proximidades da praça. A intenção da Prefeitura é, conforme o resultado desse projeto, ampliar o leque de atuação, instalando aparelhos em outras praças públicas da cidade, ou mesmo em locais utilizados pela população para prática de caminhadas. Em várias cidades brasileiras, as praças públicas já estão sendo adaptadas com equipamentos de ginástica ao ar livre, com enorme sucesso. Permite desenvolver um trabalho junto às pessoas das mais diferentes faixas etárias, principalmente da terceira idade.