Mostra de Agricultura valoriza interação entre pesquisa e produção

Alunos da escola municipal rural Monte Azul, localizada no assentamento Taquaral, e produtores rurais da região participaram nesta sexta-feira (18) da 5ª Mostra de Agricultura Familiar e a 3ª Feira de Sementes e Mudas. O objetivo foi montar um espaço para que as famílias pudessem mostrar o seu potencial produtivo, além de propiciar a pesquisa cientifica e a troca de material genético entre os agricultores. As atividades foram promovidas pela Prefeitura de Corumbá, Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), Cisv (Comunità Impegno Servizio Volontariato) e Ataac (Associação dos Técnicos em Agropecuária dos Assentamentos de Corumbá) e a Embrapa Pantanal.

O evento foi realizado na escola Monte Azul, onde os alunos aproveitam para mostrar as mudas feitas por eles, por meio da horta do projeto escolar "Quem planta, colhe", além de participarem de oficinas e atividades pedagógicas com enfoque nos princípios da agroecologia, ministradas pela equipe técnica e professores da Secretaria Municipal de Educação. "É necessária e importante essa rede entre a escola, produtores e pesquisadores, para que todo o conhecimento científico resultante dessa interação possa auxiliar na luta pela melhor qualidade de vida e de produção nos assentamentos rurais de Corumbá", comentou o secretário municipal de Educação, Hélio de Lima.

A participação da escola nesse processo também foi ressaltada pela pesquisadora da Embrapa Pantanal, Adalgiza Campolim. "As escolas do campo mostram para as crianças o quanto é importante saber cultivar terra de forma correta", comentou. A Embrapa auxilia a agricultura familiar nos assentamentos da região desde 2005, após estudo para verificar o motivo pelo qual produtores deixavam ou ficavam nas propriedades rurais. "Sabíamos do alto índice de abandono, mas queríamos entender porque outros ficavam. Descobrimos que cada família tinha um modo de produção diversificado e muito conhecimento da terra", completou.

Vários stands mostraram a diversidade da produção agrícola de diversos assentamentos de Corumbá. Produtores rurais que participam do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) na modalidade Compra Direta Local com Doação Simultânea, também participaram do evento. "No meu sítio eu planto feijão, mandioca, cebolinha, pimentão, abóbora, entre outras coisas que vendo para o programa da Prefeitura de Corumbá. Com esse dinheiro, estou conseguindo sustentar a minha família e melhorar a estrutura da minha propriedade", disse o produtor rural, Edgar de Souza Tavarez.

Logo após a cerimônia de abertura foi realizada uma palestra sobre "Certificação Participativa de Produtos Orgânicos", proferida por Olácio Komori (Produtor Orgânico e diretor da Associação dos Produtores Orgânicos de Mato Grosso do Sul – APOMS). A partir das 9h15, teve dia de campo sobre "Alternativas Agroecológicas para Produção de Alimentos", em seguida os temas foram "Apicultura como alternativa de geração de renda", "Passos na Transição Agroecológica", "A cana de açúcar na pecuária de leite", "Saneamento Rural – opções sustentáveis", "Avaliação dos projetos de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar" e "Produção e Conservação de Sementes e Mudas".