José Antonio decreta luto oficial pelo falecimento de Heloisa Urt

O prefeito de Ladário, José Antonio Assad e Faria, decretou três dias de luto pelo falecimento da ladarense Heloísa Urt, a Helô, diretora-presidente da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, ocorrido na quarta-feira (23) em Corumbá. José Antonio compareceu ao velório no Instituto Luiz Albuquerque (ILA), ao lado do prefeito Ruiter Cunha, demais autoridades, amigos, parentes e companheiros de trabalho de Helô.

Heloisa Urt já está em Ladário e uma missa especial de corpo presente está marcada para às 16 horas no Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, on de está sendo velada. O enterro será em seguida no Cemitério de Ladário. "Helô era uma referência na cultura da nossa região, um orgulho para nossa terra, como integrante de uma família que está há um século em Ladário, desde a chegada aqui de seus avós Jamil e Maria", destacou o prefeito.

Desde cedo, como universitária, ainda no diretório acadêmico, Helô se notabilizou na luta pelas liberdades democráticas. "Helô lutou muito pela restauração da democracia em nosso País", lembrou o prefeito. "Para todos nós, uma perda irreparável, uma lacuna muito difícil de ser preenchida. Nos últimos tempos, se empenhou pela consolidação do turismo religioso em Corumbá e Ladário, tarefa que se dedicou com afinco em função de sua religiosidade e pelo amor às coisas da nossa terra", acrescentou.

Helô Urt se tornou um ícone na cultura corumbaense e ladarense. Foi a grande responsável pela criação do Carnaval Cultural de Corumbá. Resgatou os antigos carnavais com os desfiles de Corso, Bloco de Frevo, Ala das Pastoras, Ala dos Marinheiros, Bloco das Bruxas e o Bloco dos Palhaços. Ela teve uma participação decisiva no retorno do carnaval romântico dos velhos tempos, uma tradição que viu, com orgulho, também ser resgatada em Ladário, sua terra natal.

Foi braço direito do prefeito Ruiter Cunha desde a sua primeira gestão, sempre ocupando cargos importantes na área cultural. Antes mesmo, no governo de Zeca do PT, foi gestora da Casa de Cultura Luiz de Albuquerque (ILA), considerada sua segunda casa, onde seu corpo está sendo velado.