Em Ladário, cerimônia religiosa marca despedida de Heloisa Urt

O corpo de Heloísa Helena da Costa Urt foi sepultado no final da tarde desta quinta-feira (24) no Cemitério Municipal de Ladário, com a presença de parentes, amigos e admiradores da diretora-presidente da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, falecida na última quarta-feira na Santa Casa da cidade. Antes, no Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, uma missa celebrada pelo padre Gildásio Mendes dos Santos homenageou uma das grandes incentivadoras da perpetuação e valorização da tradição pantaneira.

O Santuário de Ladário ficou lotado. Durante a celebração, o filho mais velho de Heloísa, Luiz Eduardo, aproveitou a oportunidade para ressaltar a luta da mãe pela cultura e militância política. "Ela dedicou a vida em prol da cultura e dos mais necessitados", lembrou. Ele também agradeceu as homenagens recebidas pela mãe durante todo o dia e aos prefeitos Ruiter Cunha de Oliveira (PT), José Antonio Assad e Faria (PT), deputado estadual Paulo Duarte (PT) e ao ex-deputado federal João Grandão (PT) que veio de Dourados para acompanhar o velório da militante petista. "Onde ela estiver, estará abençoando a gente e trabalhando para que os seus projetos sejam realizados", continuou.

"Não viemos dizer adeus, mas sim até logo. Ela continua viva e com a gente", disse Ruiter agradecendo a preocupação que ela tinha com todos, principalmente com os mais necessitados. "Ela sempre pensava nas pessoas em primeiro lugar, naquelas que ela acreditava que precisavam de mais atenção do poder público". Emocionado, o prefeito de Corumbá recordou do jeito sincero e espontâneo de Helô. "Ela sempre dizia a verdade, sem papas na língua e sempre nos estimulava naquilo que achava correto. Quando retratava a cidade, falava com muito amor, lealdade e dedicação".

O prefeito de Ladário, também bastante emocionado, agradeceu a ladarense pelo trabalho desenvolvido ao povo pantaneiro. "Ela rompeu paradigmas, derrubou barreiras e foi uma gigante na defesa dos direitos da mulher", recordou José Antonio. "Ladário tem muito orgulho de você, Helô, de suas raízes e, principalmente, por enaltecer os valores da região transformando-os em valores do Pantanal e que se espalharam pelo mundo todo". Segundo o prefeito, duas das frases característica de Heloísa. "E daí?" e "Xispa daqui!" farão parte por muito tempo da história dos dois municípios.

O corpo saiu do Santuário de Ladário rumo ao Cemitério Municipal. A banda Manoel Florêncio acompanhou o cortejo tocando o Hino de Ladário. O caixão foi colocado no jazigo ao som de um clarim tocado por um militar da Marinha. Um momento de últimas homenagens e se despediram de Heloísa Helena da Costa Urt, gestora e ícone da cultura pantaneira, militante na defesa dos que necessitam, da luta pelos direitos das mulheres, dos mais pobres, mas acima de tudo, mãe, pai, tia e irmã de milhares de pantaneiros que agora ficaram órfãos.