VII Travessia a Nado do Rio Paraguai distribuiu R$ 4 mil em prêmios

A VII Travessia a Nado do Rio Paraguai foi a atração desta terça-feira (11) do Festival Pantanal das Águas. Mais de 30 atletas, profissionais e amadores, participaram do desafio de nadar de uma a margem a outra o principal rio da planície pantaneira. Na categoria especial, o vencedor foi Raphael Silva Almeida, atleta do Rádio Clube, de Campo Grande, que percorreu os 2 mil metros em 18'32 e se sagrou bicampeão da prova.

Daniel Acosta Catelan, também da Capital, ficou em segundo com o tempo de 18'37. Pedro Henrique Castro, atleta do Corumbaense, foi o terceiro com 18'42. Raphael levou para casa o prêmio de R$ 800. O segundo colocado faturou R$ 600 e o terceiro R$ 400. "Treinei bastante nos últimos dias para o campeonato. Nadava de 6 a 8 quilômetros por dia. Mas aqui é diferente, tem a correnteza e a marola dos barcos", contou o bicampeão, que neste ano nadou com o número 13.

Nas demais categorias, o percurso foi de 400 metros. Para jovens entre 10 e 15 anos, o vencedor foi João Marcos e Lima Zucchi, com o tempo de 9'25. Nathan Jesus da Silva (9'37) foi o segundo e Rafael Ferreira Rondon (10'27) o terceiro. Na terceira bateria (16 a 25 anos) o campeão foi Marcelo Rodrigues Ribeiro dos Santos (4'37). Anderson Viana Gonçalves (4'53) e Igor Velasques Viana (5'13) chegaram na sequência.

Entre as meninas, a vencedora foi Barbara Aparecida Almeida (6'03). Ana Luiza Carvalho Barreto (6'31) foi com em segundo e Annie H. dos Santos (6'37) em terceiro. Marcos Sergio Tiaen (6'08) venceu na categoria entre 26 e 40 anos. Heitor Mali F. Silva ficou com a segunda colocação (6'41). Marcos Leite Gomes (7'17) foi o primeiro entre os nadadores entre 40 e 65 anos. Acima dos 65 anos, Edilson Souza dos Santos foi o grande campeão. Ele completou a prova em 7'27.

"A Travessia do Rio Paraguai é uma forma de incentivar a prática esportiva na cidade e de divulgar as potencialidades do Pantanal", afirmou o diretor-presidente da Fundação de Esportes de Corumbá (Funec), Heliney de Miranda Júnior. Cinco barcos deram suporte aos nadadores, com apoio do Corpo de Bombeiros.