Festival reserva noite de muito samba no Porto Geral de Corumbá

A noite desta terça-feira (11) promete ser movimentada no Porto Geral de Corumbá. Na programação do Festival Pantanal das Águas, muito samba com as baterias das campeãs corumbaenses do último carnaval, Caprichosos de Corumbá e Império do Morro, e da Escola de Samba Inocentes de Belford Roxo, do Rio de Janeiro, que apresentará ao público o enredo Corumbá – Ópera Tupi-Guakuru, com o qual a agremiação vai buscar o título do grupo de acesso do carnaval carioca de 2012. A festa começa às 20 horas, na estrutura montada às margens do Rio Paraguai.

O enredo da escola carioca foi bastante pesquisado na cidade. Em 2012, a Inocentes prepara um espetáculo, abordando as lendas locais, a preservação ambiental, a população indígena, além das riquezas naturais do Pantanal corumbaense. Na noite desta terça-feira, a população terá a oportunidade de conhecer um pouco do que a agremiação vai apresentar na Marquês de Sapucaí.

Este ano, a Inocentes transformou Corumbá na sua segunda casa, com inúmeras visitas à Cidade Branca, principalmente por parte do carnavalesco Wagner Gonçalves, e do vice-presidente Rodrigo Gomes, que pesquisaram arduamente a história e a cultura corumbaense. Em uma das visitas, em maio, os dois se mostraram impressionados com o entusiasmo do corumbaense, "povo apaixonado pelo samba, igual ao carioca".

Para o carnavalesco, "Corumbá dá samba", o que o faz sonhar com o título e a passagem para o grupo principal do carnaval carioca. "A cidade possui uma história muito rica, muita cultura, coisas que não se acha em livro", destacou, afirmando estar tendo uma "aula de história, de artes plásticas".

Além da Inocentes de Belford Roxo, a população terá oportunidade de reviver momentos emocionantes do último carnaval. A partir das 20 horas, estará no palco, a Caprichosos de Corumbá, campeã do grupo de acesso em 2011, quando homenageou personalidades que deixaram a cidade e se destacaram em outras regiões, apresentando o enredo ‘Volta pra casa – Orgulho Pantaneiro, o progresso que chegou', de autoria de Pedro Jorge de Castro, o Pedrão, e João Batista de Silva e Souza.

Em seguida, a atração fica por conta da tricampeã Império do Morro que promete uma apresentação de gala, relembrando os seus últimos carnavais, como o de 2006 com "É mulher, é brasileira, é sul-mato-grossense", de Pedrão, samba enredo que marcou e se tornou ‘hino' da agremiação, carro abre alas para todas as apresentações da escola que, este ano, conquistou o título do grupo principal com o enredo ‘A Império conta e canta a influência do sol sobre as civilizações', de autoria de Wander Timbalada e Mariano Araújo.