Com apoio da Prefeitura, cursinho preparou jovens para Enem 2011

Ampliando as chances de acesso ao ensino superior gratuito em Corumbá, durante sete meses foi realizado o cursinho pré-vestibular do programa Conexões de Saberes, idealizado pelo Ministério da Educação, em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS – Campus do Pantanal) e apoio da Prefeitura Municipal. O último encontro da turma, antes da realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ocorreu na quinta-feira (20).

A parceria com a Prefeitura de Corumbá possibilitou que o projeto pudesse atender 80 estudantes, o dobro do que era praticado desde o início da iniciativa, em 2005. Naquela época, o cursinho funcionava no bairro Cristo Redentor, na escola do Rotary Club, onde atendia cerca de 40 estudantes, a maioria da própria região. Em 2009, o projeto passou para uma sede no CPAN e em 2010, após realização do IV Seminário Local dos Estudantes Universitários de Origem Popular na UFMS, ganhou o apoio do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT).

O chefe do Executivo corumbaense participou da aula inaugural do cursinho, realizada no dia 16 de março. Na ocasião, Ruiter explicou que a parceria com o programa Conexões de Saberes é uma forma de qualificar ainda mais a população de Corumbá, dando chances para que todos possam buscar uma vaga nas universidades. "Nosso objetivo foi de ampliar este projeto para que mais pessoas tenham a oportunidade de conseguir uma vaga no ensino superior e serem protagonistas na construção de uma sociedade melhor, pessoas que possam colaborar com o desenvolvimento do nosso município", afirmou o prefeito.

Os professores que participavam do curso eram voluntários. Os alunos aprenderam sobre geografia, química, história, biologia, matemática, lingüística, redação, inglês, espanhol, física e orientação profissional. As aulas aconteceram de segunda a sexta-feira, das 18h30 às 22 horas e aos sábados, com atividades extras. Como a UFMS adotou o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em substituição ao vestibular, a metodologia de cursinho preparatório também foi adaptado à mudança.