Alunos da Reme obtiveram nível satisfatório em Provinha Brasil

A maioria dos
alunos da 2ª série, matriculados em uma das escolas da
Rede Municipal de Ensino de Corumbá, alcançaram nível 4 na análise do desempenho
da Provinha Brasil 2011, com foco na disciplina de matemática. O indicador,
medido em escala de 1 a 5, foi aplicado para 1,4 mil estudantes que frequentam
uma das 16 escolas da zona urbana ou uma das seis localizadas na área rural. A
avaliação visa verificar o processo de desenvolvimento da alfabetização com
foco nas habilidades matemáticas e foi aplicada pela primeira vez em todo o
Brasil.

Pouco mais de 40% dos estudantes da Reme,
matriculados na 2ª série, obtiveram de 15 a 18 acertos no teste de matemática,
alcançando o nível 4 na avaliação do Ministério da Educação. A prova tinha 20
questões que tratavam sobre os números e operações, geometria, grandezas,
medidas, tratamento de informações e resolução de problemas de subtração. Foram
levantadas as capacidades e também as dificuldades que os alunos apresentam na
disciplina ao final de dois anos de escolaridade. A Provinha Brasil de
Matemática foi realizada entre os dias 17 e 31 de agosto.

O número de alunos no nível 5 também foi
considerado alto. O índice corresponde de 19 a 20 questões respondidas
corretamente. Ao todo, 34,65% estudantes conquistaram o resultado que mostra
crianças resolvendo problemas de subtração relacionados à ação de completar,
mesmo quando ambos os números são maiores que 10; lêem horas em relógio digital
e analógico, identificam medidas do tempo, problemas de divisão que incluem a
ideia de dividir, entre outras operações aritméticas. Os outros resultados
foram: 15,03% (nível 3); 7,44% (nível 2) e 1% (nível 1).

Para o secretário municipal de Educação,
Hélio de Lima, o resultado mostra que é possível notar melhoras significativas nas séries iniciais da Reme de Corumbá. "Todas as escolas tiveram médias acima
de 50% de rendimento. O resultado tende a ter um grande impacto nas séries
seguintes destes alunos, reflexo do investimento feito pela Prefeitura Municipal",
comentou. "Apesar de satisfatório, o trabalho não termina aqui, para tanto,
continuam as ações educativas, o uso das coletâneas pedagógicas em sala de
aula, formações continuadas e outras ações voltadas aos professores e alunos",
ressaltou.