Haroldo anuncia atuação integrada dos CRAS da zona sul da cidade

Os dois Centros de Referência de Assistência Social localizados na zona sul da cidade vão atuar de forma integrada, para atender uma grande população dos bairros existentes na região. Foi o que informou o secretário de Assistência Social e Cidadania, Haroldo Waltencyr Ribeiro Cavassa, durante a solenidade de inauguração do prédio que abrigará o CRAS IV, do conjunto habitacional PAC – Casa Nova. "São mais de cinco mil famílias nesta região que precisam ser atendidas e os dois vão atuar de forma integrada, para melhor atender a população, prestando um serviço de fortalecimento e convivência dos vínculos familiares por meio de palestras, programas e projetos de inclusão produtiva desenvolvidos pela Prefeitura", adiantou.

Segundo ele, o CRAS II, da Nova Corumbá, atuará de forma conjunto com o novo IV, dentro daquilo que preconiza a assistência social, no desenvolvimento de ações de proteção social básica às famílias. Haroldo classificou o novo prédio como "fantástico", resultado dos investimentos da Prefeitura em grandes projetos, acompanhados de equipamentos importantes voltados para a área social. "Não estamos construindo só casas. Tudo vem acompanhado de escolas, unidades de saúde, praças esportivas, asfalto e esta estrutura fantástica, o CRAS", ressaltou.

Haroldo comentou que o novo empreendimento será de extrema importância para o combate às vulnerabilidades sociais, acabar com as exclusões sociais, principalmente "combatendo as violências, abusos e exploração de nossas crianças, adolescentes, idosos e as mulheres". Já anunciou qualificação profissional dos servidores, dentro de um compromisso da administração de melhor atender a população, e que todos os investimentos representam "a contribuição da administração municipal visando o exercício pleno da cidadania por parte das famílias mais necessitadas de Corumbá.

O vereador João Bosco da Silva e Souza (PT) representou a Câmara Municipal na inauguração do CRAS IV e em seguida da praça esportiva do PAC – Casa Nova. Foi taxativo ao afirmar que "são dois empreendimentos fundamentais que acompanham um projeto habitacional importante para reduzir o déficit habitacional. Todos estão articulados com o conjunto e realizam desejos antigos da população da parte alta da cidade que, em um mesmo espaço, passam a contar com vários benefícios, além da casa própria".