Emoção marca entrega de reforma do Asilo São José em Corumbá

Em solenidade marcada por muita emoção, o prefeito de Corumbá Ruiter Cunha de Oliveira (PT), fez na manhã desta terça-feira (20), a entrega da obra de reforma do Asilo São José da Velhice Desamparada, mais um ato do Poder Executivo em comemoração aos 233 anos de fundação da maior cidade pantaneira. No local foram aplicados R$ 321.511,99, recursos oriundos do Fundo Municipal de Investimento Social (FMIS), em obras que proporcionam melhorias em um pavilhão com oito apartamentos, troca de transformador e das instalações elétricas, além de outras benfeitorias, beneficiando diretamente os 80 idosos atendidos pela instituição.

"A minha emoção é enorme, invade meu coração que está a mil por hora. Estou realizada", dizia a presidente do Asilo, Julieta Marinho, enquanto aguardava o início da solenidade. Acompanhada do filho, netos e de suas companheiras de diretoria, Julieta falou sobre o trabalho realizado dentro da instituição que, hoje, atende 80 idosos, número considerado ideal. "Mas, se precisar abrigar mais, damos um jeitinho. Fica apertado, mas sempre procuramos atender da melhor maneira possível", destacou.

A presidente foi homenageada pelo prefeito Ruiter Cunha e pela primeira dama e secretária de Integração das Políticas Sociais, Beatriz Cavassa de Oliveira. Foi em agradecimento por todo trabalho realizado por Julieta à frente do Asilo e em prol das instituições sociais corumbaenses. Em seu discurso, enalteceu as realizações proporcionadas pelo chefe do executivo corumbaense. "O Asilo deve tanto ao senhor. Conseguimos muitas coisas pelas suas mãos", disse, se dirigindo a Ruiter, a quem considerou ser "um homem de Deus", pedindo para que continue "sempre assim, pois valorizar o ser humano é chegar ao Divino. O senhor está sendo assim".

Julieta agradeceu também sua diretoria pelo trabalho desenvolvido à frente do Asilo São José, companheiras com quem passou "por momentos difíceis", mas que "estamos vencendo", graças a apoio como da Prefeitura de Corumbá que, por meio das obras realizadas, está permitindo dar "condições digna de vida" para os 80 idosos atendidos no local. "Estou vendo o asilo como eu sonhei", concluiu.

O Asilo São José foi fundado em 1942. Nasceu da vontade de Benedita Ribeiro Leite de Barros (dona Nega) e Filomena de Barros. Até hoje, a filha de dona Nega, Nely de Barros Leite, 85 anos, está na instituição, trabalhando ao lado de Julieta Marinho. "Hoje me sinto satisfeita. Aqui está o que minha mãe idealizou", afirmou, para lembrar das "amigas" que trabalham no local, todas integrantes da diretoria e entidades parceiras.

Demonstração de solidariedade

Presente ao ato, o presidente da Câmara Municipal de Corumbá, vereador Evander Vendramini (PP), destacou a ação desenvolvida pela Prefeitura em atendimento ao Asilo São José. "Um dia todos nós vamos ficar velhos. Cidade que cuida dos idosos é demonstração de solidariedade. Tem que haver esta parceria. As pessoas que aqui estão já cumpriram sua missão de contribuir com a sociedade. É hora da sociedade contribuir com elas", destacou, destacando a ação da Prefeitura, por meio do FMIS, que permitiu realizar as obras, cujo trabalho foi coroado com a inauguração.

A solenidade contou com as presenças de inúmeras autoridades, entre elas os secretários Cássio Augusto da Costa Marques (Gestão Governamental e presidente do FMIS), Haroldo Cavassa (Assistência Social e Cidadania), Hélio de Lima (Educação) e Ricardo Ametlla (Infraestrutura, Habitação e Serviços Urbanos); vereadores Carlos Alberto Machado e Marcelo Iunes, além de outras autoridades e integrantes do Conselho do FMIS.