Corumbá poderá ganhar fábrica no prédio da Cervejaria em 2012

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) recebeu em seu gabinete, no fim da tarde de segunda-feira (PT), representantes da Indústria Nacional de Bebidas (INAB), que produz a cerveja Colônia, que vieram solicitar apoio e incentivos municipais para a instalação de uma fábrica da marca em Corumbá. O projeto de implantação da indústria, que deverá funcionar no prédio da antiga Cervejaria, no bairro homônimo, será apresentado ao Governo do Estado no dia 1º de outubro, juntamente com o pedido de incentivos fiscais (redução de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e, no início da próxima semana, detalhado à equipe do Executivo municipal.

Conforme Arnaldo Dantas, representante da empresa, a intenção é que a primeira etapa do projeto seja iniciada em janeiro de 2012, para que a produção da bebida comece no mesmo ano. O objetivo é reforçar o atendimento aos mercados de Mato Grosso do Sul e de todo o leste da Bolívia, onde a Colônia é a segunda cerveja importada mais vendida. "A implantação de uma fábrica em Corumbá nos ajudará a consolidar a marca nesses mercados, onde a presença já é muito forte e cresce a cada dia", afirmou. A INAB conta hoje com quatro centros de produção, sendo a matriz e fábrica própria em Toledo (PR), e três parcerias em Santa Maria (RS) e Goiânia (GO).

De acordo com Ruiter, o Município não pode intervir sobre as questões fiscais e, portanto, a possibilidade de conceder incentivos é limitada, mas o Executivo dará todo apoio necessário para que o projeto se viabilize, ajudando a recuperar um importante patrimônio histórico da cidade – o prédio da Cervejaria – e gerando empregos. A proposta da empresa é, conforme seus representantes, realizar um levantamento do valor histórico do prédio e suas imediações, recuperá-lo e abri-lo à visitação pública. Para isso, já contratou a consultoria da turismóloga corumbaense Hélènemarie Dias Fernandes para realizar o trabalho.