Corumbá discute fortalecimento da rede de atenção à saúde mental

A intersetorialidade e o fortalecimento da rede de atenção integral à saúde mental estão sendo amplamente discutidos neste sábado (03) em Corumbá, durante o I Seminário Regional da Escola de Redutores de Danos, promovido pela  Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Saúde. O encontro é voltado para profissionais das redes de saúde e de assistência social e conta inclusive com  participação de representantes da cidade de Ponta Porá, cidade que faz fronteira com o Paraguai.

O seminário acontece em pleno Rio Paraguai, a bordo da embarcação Labarca Tur, e foi aberto pelo secretário de Saúde, Lauther Serra, com as presenças do psicólogo e psicanalista Antonio Lancetti, ex-secretário de Assistência Social de Santos (SP) e Consultor do Ministério da Saúde, responsável direto pelos estudos das conhecidas ‘cracolândia', em São Paulo, e de Mirian Senghi Soares, supervisora clínica institucional, responsável pela apresentação do projeto Qualicaps para profissionais da rede de serviços especializada, básica e de proteção social.

Mirian explicou que o seminário é uma continuação das atividades iniciadas na sexta-feira, com a participação de mais de 400 pessoas, no Hotel Nacional, como parte do Qualicaps, que permitiu iniciar um processo de qualificação da rede, para que os profissionais saibam como receber, manejar e reinserir pacientes com transtornos mentais ou dependência de álcool e drogas. Observou que o seminário é direcionado a um grupo mais fechado, integrado especialmente por médicos e profissionais da área de assistência social.

"A Prefeitura de Corumbá está investindo na formação e qualificação da rede de atenção à saúde mental e o projeto Qualicaps prevê uma série de ações, visando a formação desta rede, buscando aperfeiçoar os trabalhos, principalmente atendimento de urgência e emergências. Começamos ontem e hoje, é um encontro voltado para integrantes da rede especializada de assistência social e saúde", explicou, destacando a presença de Antonio Lancetti, que ministrou uma palestra após a abertura, sobre "Otimizando os recursos da rede".

Lauther explicou que Corumbá foi uma das cidades brasileiras escolhidas pelo Ministério da Saúde, para implantação da Escola de Redutores de Danos, proposta de dispositivo do Sistema Único de Saúde (SUS), no âmbito do Plano Emergencial de Ampliação do Acesso ao Tratamento e Prevenção em Álcool e outras Drogas. Por meio dela será possível qualificar a rede de serviços, por meio da capacitação teórica e prática de segmentos profissionais e populacionais da comunidade, que atuarão na rede de atenção substitutiva em saúde mental, com a oferta de ações de promoção, prevenção e cuidados primários, intra ou extramuros, que superem a abordagem única de abstinência.

O secretário explicou que Corumbá, por orientação do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), está avançando no trabalho de prevenção e tratamento de pessoas com dependência química. "Hoje, a o município já disponibiliza os Centros de Atenção Psicossocial álcool e drogas (adulto e infantil), contamos com um consultório de rua, destinado a recolher estas pessoas com dependência química e já estamos trabalhando na implantação de uma casa de acolhimento e a transformação do CAPSad em CAPS ad3, que irá permitir atendimento 24 horas, inclusive com internação. Estamos avançando e este encontro de hoje, faz parte de todo este projeto", explicou Lauther, lembrando que a presença de Antônio Lancetti na cidade, é de extrema importância para a capacitação de toda a rede. O encontro vai até o final da tarde desta sábado.