Saúde pretende vacinar mais de 10,9 mil crianças contra o sarampo

Além da segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, a Prefeitura de Corumbá, por meio da Secretaria de Saúde, está vacinando também as crianças com idade entre um e seis anos, 11 meses e 29 dias, contra o sarampo. As doses também já estão disponíveis a partir desta segunda-feira (08) e o Dia D será sábado, 13 de agosto, em 16 postos distribuídos em pontos estratégicos da cidade. A meta é imunizar 10.918 crianças.

Na primeira etapa da campanha, o Ministério da Saúde disponibilizou doses da vacina contra o sarampo para oito estados brasileiros: São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Bahia, Ceará e Alagoas. Dessa vez, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e os demais estados, além das duas gotinhas contra a paralisia, deverão vacinar todas as crianças as crianças nesta faixa etária contra o sarampo, mesmo que já tenham sido vacinadas antes.

O objetivo do Ministério da Saúde é manter o Brasil sem transmissão disseminada do vírus causador do sarampo, uma vez que, neste momento, há surto da doença na Europa. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), desde o último mês de janeiro já foram registrados mais de 6,5 mil casos de sarampo – cinco mil deles, somente na França.

O sarampo é uma doença aguda, altamente contagiosa, transmitida por vírus. Os sintomas mais comuns são febre, tosse seca, exantema (manchas avermelhadas), coriza e conjuntivite. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar. O período de transmissão varia de quatro a seis dias antes do aparecimento do exantema até quatro dias após o surgimento das manchas. A vacina é o meio mais eficaz de prevenção.

Onde vacinar

Durante toda a semana, as doses da vacina contra o sarampo (e contra a paralisia) estão disponíveis nas unidades de saúde da Ladeira Cunha de Cruz, Paulo Maissato (Nova Corumbá), Breno de Medeiros (Popular Nova), Ênio Cunha (Cervejaria) e Fernando Moutinho (Cristo Redentor).

Já no sábado, Dia D, os 16 postos em funcionamento são: Unidades de Estratégia Saúde da Família Dom Bosco, na alameda Laranjeira s/n, no Dom Bosco; Beira Rio, na Delamare, s/n, no centro; Luiz Fragelli,a na rua Eugênio Cunha, nop Universitário; Gastão de Oliveira, na rua Nossa Senhora Conceição, no Maria Leite; Vitória Régia, no conjunto Vitória Régia; Fernando Moutinho, na rua Rio Grande do Sul, no Cristo Redentor; Kadweus, na Cyríaco de Toledo, bairro Kadweus; Paulo Maissato, na Cyríaco de Toledo, bairro da Nova Corumbá; São Bartolomeu, na rua Pernambuco, no João de Deus; Humberto Pereira, na Luiz Feitosa Rodrigues, bairro Nossa Senhora de Fátima; Aeroporto, na rua Alan Kardec, bairro Aeroporto; Centro de Saúde da Mulher, na 15 de Novembro, centro; Centro Saúde da Ladeira Cunha e Cruz, na Ladeira Cunha e Cruz, centro; Ênio Cunha, na alameda Tamengo, na Cervejaria; Breno de Medeiros, na Cyríaco de Toledo, Popular Nova, e um 16º posto que pode ser na Escola Municipal Fernando de Barros ou na Igreja São Vicente, na Popular Velha (a unidade de saúde está em fase final de reforma).