Prefeitura e INSS discutem previdência com comunidade do Guató

Parceria estabelecida pela Prefeitura de Corumbá com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está permitindo levar informações sobre previdência às comunidades atendidas pelo Se Essa Rua Fosse Minha, desenvolvido pela Secretaria Especial de Integração das Políticas Sociais. Depois do Cristo Redentor, técnicos da instituição federal realizam uma roda de conversa com os integrantes da oitava edição do programa, todos moradores no Bairro Guató.

A roda de conversa será nesta quinta-feira (04) e terá como foco "Educação Previdenciária". Será a partir das 16 horas, na sede da Associação de Moradores. É uma oportunidade para a comunidade conhecer um pouco mais sobre a Previdência, a exemplo do que ocorreu na terça-feira (02), o assunto foi abordado com os trabalhadores (calceteiros) do Cristo Redentor.

Esta é a terceira semana das ações sociais desenvolvidas pela Prefeitura com apoio de parceiros, dentro do programa Se Essa Rua Fosse Minha. Além da comunidade do Guató, a Secretaria de Integração das Políticas Sociais programou também para esta quinta, uma oficina de Contador de Histórias, a partir das 16 horas, no Cristo Redentor.

Os calceteiros, além de participar destas atividades, já estão pavimentando as alamedas dos dois bairros incluídas no programa. Antes, eles participaram de uma capacitação no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), outro parceiro da Prefeitura. As oficinas e rodas de conversa fazem parte de um amplo cronograma estabelecido pela Prefeitura que, além de proporcionar a urbanização das ruas e alamedas da cidade, está também permitindo o resgate da autoestima das comunidades atendidas.

As ações contam com apoio de um grande número de parceiros como a Universidade Federal (cursos de Pedagogia, Ciências Biológicas, Educação Física e Psicologia); INSS; Faculdade Salesiana de Santa Teresa; artesãos corumbaenses; Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), além de outras pastas da própria administração municipal.

As atividades foram iniciadas no dia 19 de julho e vão até o dia 22 de outubro, com eventos às terças, quintas e sábados. Atividades culturais e de lazer também integram a programação, sempre aos sábados, envolvendo toda a comunidade beneficiada. Os calceteiros estão sendo responsáveis pela urbanização com assentamento das lajotas sextavadas nas alamedas Aguapé e Vitória Régia, no Bairro Guató, e Alameda Simon Bolívar, no Cristo Redentor.