Prefeitura conclui concretagem do viaduto da 13 nesta quarta-feira

O viaduto da Rua 13 de Junho ganha corpo e até quarta-feira (03), a Prefeitura de Corumbá conclui a etapa de concretagem das 48 vigas instaladas sobre os pilares construídos no vão existente entre as ruas Firmo de Matos e Luiz Feitosa. Os serviços foram iniciados na segunda e a previsão é que, na próxima semana, sejam iniciadas a concretagem do guardrail, construção do guarda corpo e pavimentação das cabeceiras, que antecedem a pavimentação asfáltica do vão de 90 metros de extensão por 12 metros de largura da pista, incluindo passeio para pedestre.

A obra está sendo acompanhada pelo secretário de Infraestrutura, Habitação e Serviços Urbanos, Ricardo Ametlla, e segue um cronograma estabelecido pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, que prevê sua inauguração durante as festividades dos 233 anos de fundação de Corumbá, que acontece em 21 de setembro. Ametlla observou que as etapas mais demoradas já foram superadas, o lançamento das 48 vigas de concreto (16 por vão), cada uma pesando 17 toneladas, sobre os pilares (o equipamento teve que ser construído em outra cidade), e depois a instalação das ferragens sobre o vão, para receber a base de concreto.

O primeiro vão foi concretado na segunda. Hoje, a empresa responsável está executando o segundo vão e amanhã, conclui o terceiro. Somente nos dois primeiros, localizados nas extremidades, estão sendo lançados 168 metros cúbicos de concreto. No vão central serão 80 metros cúbicos, totalizando em torno de 450 toneladas de concreto. Já no guardrail, serão utilizadas 72 toneladas de concreto, 40 metros cúbicos.

"A concretagem foi iniciada na segunda-feira e até amanhã, estará concluída. Já estamos programando executar a parte do guardrail, também em concreto, na próxima semana, juntamente com a construção do guarda corpo nas laterais do viaduto, e pavimentação das cabeceiras. Após isto, restará a pavimentação asfáltica e parte de acabamento para concluir a obra", ressaltou. Ele lembra que serão necessárias também intervenções no pavimento da Rua 13 de Junho (dos dois lados do viaduto) e implantação de equipamentos de segurança de trânsito em todo o trecho.

Uma das obras mais emblemáticas das últimas décadas, o viaduto da Rua 13 de Junho vai livrar a região do isolamento, ligando definitivamente o centro da cidade aos bairros localizados na região oeste. Conforme o prefeito Ruiter, vai garantir maior acessibilidade e mobilidade urbana, transformando a Rua 13 de Junho em uma nova alternativa para o tráfego de veículos e de pedestres na região, desafogando o tráfego da Rua Dom Aquino, considerado o mais intenso de toda a área urbana do município e que está estrangulado, pelo fato de ser uma das únicas opções de acesso à Bolívia.

O viaduto terá 90 metros de extensão por 12 metros de largura, além de calçadas nos dois lados, e outros equipamentos de segurança. Os investimentos somam R$ 2.979.271, recursos próprios da Prefeitura e oriundos do Governo Federal, viabilizados pelo deputado Estadual Paulo Duarte (PT). Ametlla lembra ainda que a Prefeitura vai urbanizar todo o trecho, inclusive com a eliminação do pequeno canteiro central existente entre a Luis Feitosa e o viaduto, para maior fluidez do tráfego de veículos na região a partir da conclusão da obra. Assegurou que o trecho contará com sinalização necessária, vertical, horizontal e até mesmo redutores de velocidade, para garantir segurança no trânsito, evitando transtornos aos moradores locais.

Para o prefeito Ruiter Cunha, além de ser uma nova via de ligação da área central da cidade com os bairros e Bolívia, o viaduto vai permitir ainda, tirar a região do isolamento. Até então, o único acesso para os moradores era pela escadaria que ligada os dois lados da cidade. Com o viaduto, a região estará interligada, aumentando o fluxo de pessoas e de veículos, acabando com o isolamento, garantindo maior segurança aos moradores, e valorizando os imóveis existentes na região.