Prefeitura acompanha ações do MS Sem Fronteira em Corumbá

A Superintendência de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Corumbá está acompanhando os representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MS) nas ações desenvolvidas pelo projeto MS Sem Fronteiras. A iniciativa busca o desenvolvimento de micro e pequenas empresas do Brasil, Bolívia e Paraguai, através de um trabalho desenvolvimento da linha de fronteira, buscando oportunidades de expansão das relações comerciais, possibilitando ações conjuntas.

O projeto abrange territórios alvos, tendo Mato Grosso do Sul como indutor do projeto. No lado brasileiro estão Corumbá e Ladário. Do outro lado da fronteira estão Puerto Suárez e Puerto Quijaro. No outro território estão Ponta Porã, no Brasil, e Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Nestas seis cidades está sendo proposta a capacitação dos pequenos empreendedores para se tornarem fornecedores qualificados a fornecer produtos e serviços a empresas de grande porte.

Em Corumbá já foram realizadas reuniões na Associação Comercial, com o empresariado local, e com o cônsul Boliviano Juan Carlos Mérida, buscando o estreitamento das relações com o país vizinho. Também nesta terça-feira (09) foi realizada uma reunião com o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), que contou com a presença do prefeito de Ladário, José Antonio Assad e Faria (PT); o secretario de Desenvolvimento Sustentável de Corumbá, Cássio Augusto da Costa Marques; o superintendente de Desenvolvimento Econômico, Luciano Signorelli Costa; e a diretora de operações do Sebrae-MS, Maristela França.

No encontro ficou definido algumas ações que vão nortear o campo de atuação em Corumbá como também em Ladário. "Este projeto é de extrema importância para o desenvolvimento da região de fronteira, pois a América do Sul e a América Latina serão as rotas do desenvolvimento do mundo nos próximos anos. Daqui a quatro anos, a Prefeitura de Corumbá, juntamente com o Sebrae, esperam que haja empresas com grande competitividade nas relações entre Brasil e Bolívia, mas também na relações da América do Sul com os outros continentes com os quais forem negociar", comentou Luciano Signorelli.

Na fronteira com a Bolívia, o MS Sem Fronteira conta com a parceria das prefeituras de Corumbá e Ladário, da Associação Comercial e Industrial de Corumbá (ACIC), a Câmara de Indústria e Comércio da Província de German Bush (CAINCO), que inclui os municípios de Puerto Suárez, Puerto Quijarro e El Carmen Rivero.