Graças a empresário, Corumbá recebe sua 12ª escola das Águas

Com apoio irrestrito da Prefeitura de Corumbá, a iniciativa de um empresário paulista resultou na construção de uma unidade das Escolas das Águas em uma fazenda localizada na região do Pantanal do Paiaguás, próxima ao Rio Piquiri, a 180 quilômetros da área urbana do município. A Escola Municipal Rural Pólo Porto Esperança – Extensão Fazenda Santa Mônica já conta com 40 alunos matriculados e inicia o ano letivo nesta segunda-feira (08). A cerimônia de inauguração do prédio escolar foi realizada neste domingo (07) com a presença de autoridades, pais dos alunos e proprietários de fazendas vizinhas.

O empresário Reginaldo Farias Santos, que reside no interior de São Paulo, comprou a Fazenda Santa Mônica há dois anos e, ao chegar, viu que os filhos de seus funcionários não tinham acesso ao ensino básico, pois não havia escolas nas proximidades. Muitos nunca tinham frequentado os bancos escolares. Para solucionar o problema, ele decidiu construir uma unidade para que as crianças da região pudessem ter acesso à educação, principalmente aprender a ler e escrever. "Entramos em contato com a Secretária de Educação de Corumbá e informamos o nosso interesse em construir a escola. Recebemos todo o apoio necessário para implantar uma unidade aqui na região", disse.

O prédio foi construído com recursos do próprio empresário. Como contrapartida, a Prefeitura cedeu dois professores e será responsável pelo fornecimento da merenda escolar. Presente na solenidade de abertura da 12ª extensão das Águas, o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) parabenizou o empresário pela atitude. "Corumbá é muito grande e só consegue ampliar a rede escolar com a ajuda de parceiros com espírito de colaboração, reconhecimento, dedicação e entendimento da importância da educação. Por isso, agradecemos a parceira, estamos juntos para trabalhar cada vez mais em prol da educação do povo pantaneiro", disse, após assinou decreto autorizando o funcionamento da nova escola.

Acompanhado do deputado estadual Paulo Duarte (PT) e do secretário municipal de Educação, Hélio de Lima, Ruiter conheceu as instalações da nova unidade, que oferece duas salas de aula, sendo uma delas com televisor de 29 polegadas e a outra com TV de alta definição (HD) e home theater para aulas de projeção. A escola vai trabalhar com salas multisseriadas, em período integral, método já utilizado em outras extensões das escolas das Águas. As aulas vão até abril de 2012 para que possam ser cumpridos os 200 dias letivos previstos pelo Ministério da Educação.

A extensão Santa Mônica conta também com dormitórios para os professores e alojamento para 40 alunos, divididos entre os gêneros masculino e feminino. O local possui ainda consultórios médico e odontológico e equipamentos para exames oftalmológicos. Profissionais da saúde irão uma vez por mês realizar exames de rotina nos alunos e moradores da região. Os estudantes também poderão aprender a utilizar o computador. Dez equipamentos foram instalados no laboratório de informática para que os pequenos pantaneiros possam, além de aprender a ler e escrever, participar da inclusão digital.

Na ocasião, Paulo Duarte enfatizou a importância da educação para o povo pantaneiro. "Aquele que não lê e não escreve, não é cidadão completo, falta cidadania. A iniciativa do Reginaldo conta com o apoio irrestrito da Prefeitura de Corumbá e a parte mais difícil foi realizada, que foi a construção do prédio. Daqui para frente, o trabalho será de manutenção, mas a Prefeitura já tem know-how nesse assunto, pois possui escolas em várias localidades, muitas deles quase inacessíveis", comentou. O deputado estadual Jerson Domingos (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, também participou da cerimônia.