Ex-ministro participa de seminário sobre fé, política e cidadania

Ex-ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome do Governo Lula, o advogado Patrus Ananias foi um dos palestrantes do I Seminário de Fé, Política e Cidadania, realizado no último sábado (27) no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez. "É uma satisfação para nós corumbaenses tê-lo aqui, no coração da América Latina, onde o senhor poderá conhecer um pouco mais desta gente que se orgulha e cuida do nosso Pantanal", comentou o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), que também participou do evento.

"Tenho absoluta certeza que quando o senhor deixar nossa cidade será mais um pantaneiro de coração, não só pela beleza da região, mas acima de tudo pelo que o Pantanal mais tem de belo, que é sua gente", continuou o chefe do Executivo municipal, que destacou o conhecimento do ex-ministro sobre o tema debatido. "Em nome desse povo, é uma alegria poder desfrutar de vosso conhecimento para que possamos nos enriquecer mais um pouco de sabedoria. Com sua experiência política e administrativa, sua capacidade de gestão, temos absoluta certeza que vamos conquistar avanços importantes".

Segundo Ruiter, o seminário serviu para reforçar que toda a sociedade pode e precisa contribuir para o desenvolvimento da região. "Precisamos ter a capacidade de participar mais, ganhar mais vontade de participar de vida pública, da vida política e, acima de tudo, cada um dentro de sua possibilidade, contribuir para uma sociedade melhor", completou o prefeito. O deputado estadual Paulo Duarte (PT), o bispo diocesano Dom Segismundo Martinez Alvarez, e o padre Pascoal Forin foram os outros palestrantes.

O seminário foi realizado pelo vereador João Bosco Silva e Souza (PT), que apontou o debate como uma das principais ferramentas de promoção do bem comum numa sociedade democrática. "Um cristão não pode deixar de lado a política, uma vez que esta é um importante instrumento de instauração da justiça social. Devemos ter responsabilidades enquanto cristãos e mostrar a todos o compromisso com a causa do bem", justificou.