Corumbá realiza Encontro de Promoção ao Protagonismo Juvenil

Bullying, indisciplina, homofobia e drogas (lícitas e ilícitas) são alguns dos temas que serão debatidos em Corumbá, durante o Encontro de Promoção ao Protagonismo Juvenil programado para os dias 08 e 09 de setembro, no Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Gómez. O evento é uma realização da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, integrando o eixo do Plano Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

A iniciativa, conforme explicou o secretário Haroldo Waltencyr Ribeiro Cavassa, busca o desenvolvimento de atividades que estimulem a convivência social e comunitária dos adolescentes na faixa etária de 15 a 17 anos, valorizando as relações de afetividade, solidariedade e respeito mútuo, bem como o estimulo a participação na vida pública, à compreensão critica da realidade social e do mundo contemporâneo, com abordagens relevantes sobre a juventude, e a contribuição para a construção de novos conhecimentos e formação de atitudes e valores que reflitam no desenvolvimento integral de adolescentes e jovens.

Haroldo observou que o encontro surgiu justamente da necessidade do cumprimento dessas metas e que o evento será uma oportunidade para uma abordagem de temas importantes e um maior envolvimento de pessoas nesta faixa etária, como forma de fazer com que eles sejam protagonistas desse desenvolvimento pretendido.

O encontro começa no dia 08, às 16 horas, com credenciamento dos participantes. A programação prevê uma apresentação cultural às 16h30 e a abertura será em seguida, às 16h40. Para o primeiro dia, está prevista uma palestra com a psicóloga psicanalista Andréa Brunetto, sobre "Ética x Violência na Juventude", às 17 horas.

No dia 09, as atividades prosseguem com formação de grupos de trabalhos com a presença, rotativa, de especialistas para discutir temas como: bullying, indisciplina, homofobia e drogas lícitas e ilícitas. O encontro será encerrado com a elaboração e apresentação de propostas pelos grupos de adolescentes e jovens, para o enfrentamento e combate as ações discutidas. Haroldo destaca que a pretensão é elaborar, publicar e distribuir uma cartilha com as sugestões apresentadas.