Corumbá celebra no sábado 186 anos de Independência da Bolívia

Os laços de amizade que unem a população corumbaense e os bolivianos que residem nas cidades de Puerto Quijarro, Puerto Suarez e Arroyo Concépcion, serão reforçados ainda mais no próximo sábado (06), com a realização em Corumbá, de uma solenidade comemorativa aos 186 anos da Independência da Bolívia. A programação será aberta com um ato cívico às 08 horas na Praça da Independência e será encerrada à tarde, às 14 horas, com uma missa festival na Catedral de Nossa Senhora da Candelária, em homenagem a Nossa Senhora de Copacabana, padroeira boliviana.

As comemorações da Independência da Bolívia em território brasileiro, mais propriamente em Corumbá, já se tornaram uma tradição. O ato cívico e cultural é realizado na Praça da Independência, pelo Consulado Boliviano e entidades civis ligadas ao vizinho país, com apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal de Corumbá. A festa será aberta às 08 horas com participação da Banda de Música Municipal Manoel Florêncio, que executará os hinos do Brasil e da Bolívia.

A programação prevê ainda oferenda floral. Prevista também apresentações ballet folclórico de Puerto Suarez com a cultura oriental; do grupo cultural 16 de Agosto, com a Morenada; além da Fraternidad da Universidad Mayor de San Simon, de Cochabamba, um dos principais grupos folclóricos da Bolívia, que participa das festividades de Oruro, já tendo representado a Bolívia em diversos eventos mundiais, com filiais em outros paises. A instituição traz a Corumbá, sua banda formada por grandes músicos. O período da manhã será encerrado no Instituto Luis de Albuquerque, onde a data será brindada com o Vino de Honor (Vinho de Honra).

Virgem de Copacabana

A programação festiva será encerrada à tarde, com a missa em homenagem a Virgem de Copacabana, santa padroeira da Bolívia. Será a décima edição do "En Honor a la Virgen de Copacabana", iniciada em 2002 pelo casal Antonia Gonzalez e Ruben Escobar Choque. Este ano, o esteiro será Wilber Calatayud Zebalhos. Após a missa Catedral, os participantes sairão em caravanas folclóricas com os grupos de dançarinos e os carros ornamentados em direção a fronteira, onde desfilarão novamente até o salão de festas, na segunda entrada da feira, em Arroyo Concépcion.

"Será uma grande festa com muitas cores, de fé, alegria, cultura, patriotismo e congraçamento. Vai ser um dia de alto nível e conclamo a todos participarem de forma ativa ‘y que la Virgen de Copacabana nos bendiga' a todos", conclama Arturo Ardaia, um dos incentivadores do evento.