Conferência da Juventude define propostas para etapa estadual

Projetos
que estreitem as relações e comunicação entre surdos e ouvintes e de proteção
ao jovem na escola contra o bullying, foram
algumas das ações propostas levantadas durante a 2ª Conferência Municipal de
Políticas Públicas da Juventude, realizada no último sábado (20) em Corumbá. Durante
todo o dia, diversos segmentos da sociedade debateram os anseios dos jovens da
região, para que possam ser levadas às etapas estadual e nacional, que serão
realizadas em outubro e novembro, respectivamente.

Os
participantes propuseram, além de projetos de inclusão para deficientes
auditivos e combate aos atos de violência física ou psicológica em ambiente
escolar, também a criação do Conselho da Juventude e encontros municipais com a
participação da sociedade civil e governo, com a finalidade de acompanhar os
avanços das políticas públicas periodicamente. Durante o encontro foi sugerida
a criação do Núcleo de Saúde da Juventude, com integrantes das secretarias
municipais de Saúde, Educação e da secretaria especial de Integração das
Políticas Sociais.

Na
área de cultura e lazer, ficou definido que é necessária a implementação do
Programa Nacional de Banda Larga; diversificação da oferta de esporte e lazer
em escolas e áreas livres (praças, passeios públicos) e atenção às leis nº 10.639
e 11.645, que falam sobre a abordagem da história africana e indígena nos
conteúdos regulares escolares. O evento também definiu os dez delegados da
sociedade civil e governamental, que vão para Campo Grande-MS, participar da 2ª
Conferência Estadual de Políticas
Públicas da Juventude.

De acordo com o gerente de
ações para a juventude, Márcio Cavasana, as propostas vão nortear as políticas
públicas em âmbito nacional. "A discussão implantada aqui, com as
propostas que serão apresentadas e deliberadas, vão integrar um plano que vai
até 2015, ou seja, um norteador para que, independente, dos governos haja
políticas específica de estado, para que fique como uma conquista da juventude
e que venham as outras conferências para aprimorar e destacar aquilo que
precisa ser ampliado e inovado", disse.